Conte aqui sua historia

Suburbano sonhava em viajar, aprendeu a fotografar e agora conheceu o Brasil fotografando

20.03.2020 | Por: Redação

Nesta sexta-feira, que chega no projeto Conte Aqui Sua História é o Suburbano, apelido do Matheus Alves, fotógrafo da KondZilla Records, que aprendeu a fotografar sozinho e hoje já tem muita história e muita foto foda pra mostrar. Chega mais.

“Me chamo Matheus Alves, mais conhecido hoje como Suburbano, tenho 24 anos, moro na Cohab1, Artur Alvim – Zona Leste. Minha infância posso dizer que foi uma das fases mais difíceis da minha vida.

Eu comecei trabalhar cedo e aproveitei pouco minha infância. Desde sempre era eu, meu irmão e minha mãe. Comecei a trabalhar com oito anos de idade na feira, vendendo cebola e alho, e desde essa idade nunca mais parei. Saí da feira aos 13 anos, logo depois trabalhei vendendo queijo e iogurte no bairro onde moro, fui panfleteiro, fui cobrador de ônibus, trabalhei em telemarketing, fui copeiro entre outros trabalhos que já exerci também. Quando menor, gostava muito de empinar pipa, era um vício.

Meu amor pela fotografia foi algo meio maluco (risos), algo que aconteceu do nada, até porque era algo que eu nunca imaginaria pra minha vida. O meu sonho mesmo era completar a maioridade, tirar a carteira de motorista, virar caminhoneiro e rodar o Brasil dirigindo pelas estradas. Hoje eu rodo por diversos lugares através da FOTOGRAFIA (risos).

Quando eu trabalhava como cobrador no transporte público, consegui comprar meu primeiro celular de um fiscal da linha. Através da boa qualidade de resolução da câmera, fui começando a gostar da parada, fazia fotos do pôr do sol, dos prédios do meu bairro, dos tênis no fio, tirava foto de tudo, e ai com isso fui me apegando cada vez mais com a fotografia.

Nisso, comecei a juntar moedas de 1 real, cada dia depositava 10$ de moedas no meu cofre. Em sete meses eu consegui juntar uma quantia que eu coloquei dentro de uma sacola e fui na loja comprar uma câmera que tinha visto no anúncio da internet. Chegando em casa com a ela, foi motivo de ouvir diversas críticas de minha família, uma delas foi ”você não tem o que fazer mesmo né? Pra gastar seu dinheiro todo com uma câmera que nem vai usar direito’. Isso é algo que jamais esquecerei.

Logo depois, comecei a me infiltrar com uns fotógrafos lá do meu bairro nos rolês que eles davam e fui começando a praticar e pegar as malícias da parada. Depois de uns meses, eu vendi a câmera que tinha comprado e decidi comprar uma mais top na época, que é a que eu tenho até hoje (T3), até porque tinha fotografias que meus amigos faziam que aquela primeira câmera que tinha comprado não me dava o recurso pra fazer igual.

Depois do UPGRADE, comecei a praticar mais e mais, e isso ainda por hobbie, nada profissional. Automaticamente foi formando o giro do negócio. O tal do boca a boca e com isso aparecendo os freela de foto. Do nada no ano de 2015 eu já trabalhava somente com a fotografia, abandonei o trabalho onde eu era registrado e meti as cara no mercado.

Fui estudando online, youtube, google, revistas e prática. Nesse tempo de 2015 a 2020 eu já trabalhei com diversos artistas no mercado da musica (Racionais MCs, Dexter, Edi Rock, RZO, MC 2K, Rincon Sapiência), fui fotógrafo de casamentos, aniversários, também trabalhei na Stock Car, Porsche Cup, em um programa da Record News, fiz fotografias publicitárias e etc..Tenho um pouco de história durante essa trajetória. Atualmente faço parte da equipe do MC Matheuzinho, e da 2ª equipe do Kevinho, ambos artistas Kondzilla.

Pra mim estar na Kondzilla é uma realização, graças a um amigo que o funk me deu, o MC Pack. Ele me apresentou na empresa e realizou meu sonho de conhecer o Kond e hoje, além de trabalhar com os artistas da Kondzilla em si, trabalho internamente na empresa também como fotógrafo e filmmaker. Pra você que tem um sonho a dica que eu deixo pra ti e pra muitas pessoas que me chamam no Instagram direto pedindo oportunidade, é não desistir. Pode demorar, mas não vai falhar!!! ACREDITA!!!”

A história do Suburbano mostra que é preciso acreditar nos seus sonhos, investir e correr atrás. Sempre estudando, aprimorando o trabalho e procurando as oportunidades. Não é sorte, é saber trilhar seu próprio caminho. E você, quer contar sua história também? Então mande um email para: conteaquisuahistoria@kondzilla.com.

PUBLICIDADE Flowers

Veja também

PUBLICIDADE Flowers
11 ANOS KONDZILLA CENA 2K22 DONAS DA CENA TRAP & FUNK VIRALIZOU PROMESSA KDZ TÁ BOMBANDO SÉRIE DE QUEBRADA OUTFIT VALIOSO JOGADOR CARO