MC DR passa a visão dos seus dias de lutas e glórias

Autor: Wenderson França

Fotos por: Deco // Portal KondZilla

Funk | 07/10/2019 17:30:46

Anexo faltante

O funk consciente tem ganhando novos rostos talentosos nos últimos anos, é o caso de Richardson Freire, vulgo MC DR, 22 anos, morador da Vila Nair, zona sul de São Paulo. Compositor da música “Só Fuga” cantada por MC Rhamon, “Vira-Virou“, “A Tal da Buchanan’s” com MC Paulin da Capital, “Filho de Deus“, ele ainda participou da “Gangue do Consciente” que conta com MC’s de peso do consciente. Somando todos os sucesso citados o artista acumula aproximadamente 5 milhões de vizualizações fora tantas outras produções. Conheça mais sobre a história desse quebrada com o Portal KondZilla.

Cantor, compositor e até mesmo empresário, a caminhada de MC DR é cheia de lutas e superações. Para entender mais sobre da onde vem o dom dele para a música buscamos entender suas referências. “Eu me inspiro muito nos sons internacionais, escuto muito 2Pac, Notorious Big, Dr. Dre, jogo a letra deles no Google Tradutor e absorvo as ideias deles que são foda. Assim consigo colocar as ideias em cima das minhas própria melodias e criar”.

Pra ele, o consciente e a favela andam juntos. “Vivo dentro da favela, é lá da favela que conseguimos ter a visão certa que o consciente pede, e ele pede a realidade, o melhor consciente é a inspiração”.

“Às vezes até falamos de ostentação, mas isso também é a realidade. Nascemos pobres, mas também podemos ser alguém na vida, só basta lutar, batalhar”, diz ele.

Diversidade, música e respeito. No funk tem espaço para todo mundo e DR dá a direção. “Temos que respeitar todo mundo, o funk é diversificado. Se o cara quer cantar putaria deixa ele cantar, se for pop que cante o pop, se eu quero cantar consciente deixa eu cantar meu consciente e assim vamos fazendo um gênero musical melhor. A união faz a força!”.

O início da carreira

Tudo começou entre amigos. “Comecei primeiro rimando com meus amigos quando eu tinhas uns 11 anos mais ou menos. Depois escrevi uma letra e juntei 20 reais pra gravar com um DJ da quebrada que cobrava isso”. As primeiras músicas só viriam com sua entrada em uma produtora. “Mas não soltei os primeiros trabalhos que mandei pra pista foi quando conseguir entrar em uma produtora”.

MC DR já passeou pelo funk putaria, mas se encontrou no consciente graças a relíquias do funk, como Felipe Boladão, Neguinho do Kaxeta, MC Dede, entre outros artistas que mandavam na época. “Comecei no consciente porque quando conheci o funk era isso que tocava. Depois até tentei cantar putaria, mas mesmo assim nunca parei de compor meus consciente. Hoje decidi não cantar mais putaria, posso cantar umas músicas dançantes, mas putaria não é a minha levada, não me identifiquei”.

Essa é a história de muitos outros artistas, uma busca rápida e encontraremos a caminhada de uma molecada talentosa, que inclusive retratamos no Portal KondZilla como: MC Negão do Arizona, MC Paulin da Capital, MC Rhamon, Menor MR, MC Alê e tantos outros. Artistas que em sua grande maioria estão a um tempo no corre, mas que só tem conquistado visibilidade a alguns dias.

Nada se constrói sozinho

Para um determinado artista chegar em seu objetivo, é preciso trilhar um caminho e construir uma carreira, nada é por acaso. Em pouco tempo de carreira, o MC já acumula 5 milhões de visualizações no YouTube, e pra chegar nisso, foi feito um trabalho em equipe.

“Eu falo e também escuto, tenho meu empresário, produtor, então é uma troca. Não adianta só um falar achando que é o dono da razão e chegar lá na frente e não ser, então é bom você falar e também escutar, mais escutar pra ser sincero”, explicou o MC.

Num papo onde o MC passa a visão e coloca qualquer um para pensar, DR deixa um recado pra molecada sonhadora (assim como ele já foi). “DR é um moleque sofredor que não vai desistir até conseguir, então se eu não vou desistir o meu conselho é: não desista também”. Batalhe até que seu objetivo seja conquistado. “Se você quer vencer, precisa trabalhar e lutar pra lá na frente conquistar. Quando você chegar lá em cima e olhar pra baixo, vai ver que a vista de lá é muito melhor”, concluiu ele.

A caminhada não é fácil, porém, desistir e ver os sonhos virarem pó é ainda mais dolorido. Pega a visão de progresso de MC DR e absorve, tudo é possível quando estamos dispostos a trabalhar e persistir muito. No final o sucesso só depende de nós mesmos.

Aguardem os próximos trabalhos do artistas que vem pesado “Gangue do Consciente” e “Nome Dela é Tenera” com MC Dede. Acesse também o último trabalho de DR, “Só Fuga” com MC Rhamon próximo a atingir 1 milhão de visualizações no Youtube.

Acompanhe MC DR nas redes sociais: Instagram // Facebook

O quê você
procura?