8 anos sem MC Daleste: “quando fomos aprovar a lei para viabilizar o dia do funk, o carro que minha família estava tomou 4 tiros”, diz MC Pet Daleste
Créditos: Reprodução
- Por Wenderson França

8 anos sem MC Daleste: “quando fomos aprovar a lei para viabilizar o dia do funk, o carro que minha família estava tomou 4 tiros”, diz MC Pet Daleste

O dia 7 de Julho, data da morte de MC Daleste, é marcado como Dia do Funk na capital paulista. O dia foi sancionado pelo ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, no dia 21 de setembro de 2016. É válido ressaltar que a sanção chegou dois anos depois de a deputada estadual e cantora de samba, Leci Brandão apresentar o projeto na Câmara Federal. 8 anos após a morte de um dos ícones do funk, o irmão mais velho do artista, MC Pet Daleste falou sobre as lutas enfrentadas e legado deixado por MC Daleste. Cola com o Porta KondZilla e pega a visão.

O assassinato do cantor e compositor de funk paulista Daniel Pedreira Senna Pellegrine, conhecido como MC Daleste, ocorreu enquanto o mesmo fazia um baile em uma quermesse do CDHU San Martin, conjunto habitacional localizado no bairro São Marcos, em Campinas. O funkeiro foi alvejado com um tiro de arma de fogo na barriga e segundo a perícia, foram três disparos na noite do dia 7 de julho de 2013. O seu óbito foi confirmado no início da madrugada de domingo no Hospital Municipal de Paulínia, para onde foi levado. Sendo que a festa acontecia em local aberto e era gratuita. De acordo com os moradores, três mil pessoas acompanharam a apresentação.

“Meu irmão não tinha motivos para morrer e morreu”

A pulga atrás da orelha quanto a morte de MC Daleste, ainda nos dias atuais, é viva não só para as autoridades, mas também para a família do MC e fãs: “Meu irmão não tinha motivos para morrer e morreu. Até hoje eu não sei o que aconteceu com meu irmão, não sei quem matou ele, não sei se está atrás de mim também. Isso é uma incógnita na minha mente, mente da minha família, mas eu tenho noção de tudo isso e estamos aí”.

Os mistérios por trás da criação do Dia do Funk na capital paulista, afinal, tentaram matar a família de MC Daleste? “Quando sabiam que era o nós que estava chegando efetuaram quatro disparos no nosso carro. Graças a Deus o carro era blindado! Essas fita só quem sabe mesmo é o pessoal mais próximo, a polícia também sabe, mas não ficávamos falando muito com medos de alguém tirar proveito e fazer coisas piores”, disse o artista.

Segundo MC Pet Daleste, no dia do ocorrido estava a família de MC Daleste sendo: ele, seu pai, esposa, ex esposa do irmão, um vereador cujo não quis revelar o nome e um amigo de Guarulhos já falecido. Mesmo diante de toda dificuldade, o Dia do Funk foi sancionado na capital paulista em homenagem ao funkeiro. 

“O legado que ele deixou é o próprio dia do funk”

Mesmo diante de tanta tristeza, não é novidade pra quase ninguém que MC Daleste deixou história no universo do funk, principalmente com seus diversos hits, não é mesmo? Não à toa, o artista é lembrado com muito amor pela massa funkeira. Mas qual foi o legado deixado por ele?

“O legado deixado por ele é o próprio dia do funk. Se temos esse dia agradecemos esse monstro, se nosso movimento é menos criminalizado ele também tem uma parcela e mesmo depois de tudo isso tomou um tiro em cima do palco. Por mais que aquela cena seja chocante, até nesse momento ele nos deixou uma mensagem que é não correr, não desistir dos seus sonhos por nada, nem pela violência”, afirmou Pet Daleste, sobre o irmão mais novo. 

Mesmo carregando a dor da perda, MC Pet Daleste nos contou que o momento é de olhar para frente e para a própria carreira. Cercado de lançamentos e sonhando novamente com o sucesso, MC Pet Daleste quer eternizar o nome dos Pellegrini no universo do funk. 

Você pode conhecer o corre do irmão mais velho de MC Daleste aqui mesmo no Portal KondZilla na matéria: “MC Pet Daleste se reinventa depois de sete anos de depressão pela morte de MC Daleste“. Quer ver MC Pet Daleste contando todas suas vivências no podcast ParçasZilla? Deixe seu comentário lá no Instagram da KondZilla.

Tags relacionadas:

Bastidores

Notícias

Musica

Matérias