O PerifaCon traz a cultura geek para a periferia

Autor: Jeferson Delgado

Funk | 31/01/2019 14:18:18

Antes tirados de nerd, hoje tem uma galera que movimenta o mercado de HQs com seus eventos gigantescos. A cultura geek está em outro patamar, isso é fato, mas será que os eventos passam da ponte pra cá, chegando nas periferias? É pra isso que uma galera se juntou e criou o PerifaCon, uma espécie de “CCXP das quebradas”, que terá sua primeira edição no dia 24 de março, na Fábrica de Cultura do Capão Redondo. Hoje o Portal KondZilla te mostra a sagacidade dessa galera para criar esse vento, chega mais.

Se você não é tão fã de cultura pop assim como eu, vou te explicar um pouco mais sobre o que se trata e qual o principal evento que acontece aqui em São Paulo uma vez por ano. A palavra geek tem sua origem na palavra fool, que em português significa bobo. Essa também era a forma como os nerds eram vistos nos anos 80 e 90. Porém, com o passar dos tempos e a popularização da tecnologia, mais pessoas passaram a se interessar pelos assuntos antes apenas explorados pelos nerds, fazendo com que esta tribo ganhasse mais espaço e voz. Logo assim, quem faz dessa cultura são fãs de games, computadores, animes e mangás, fãs de séries, fãs de ficção científica e fantasia.

Agora que você sabe um pouco o que é esse universo geek e quem está presente, vou te apresentar o principal evento que rola uma vez por ano aqui em SP: a Comic Con Experience, também representada pela sigla CCXP. O maior evento de cultura pop e geek do país, que visa sempre o contato dos fãs da cultura com seus ídolos, com palestras, apresentações e lançamentos do mercado. Na CCXP, a galera fica sabendo em primeira mão sobre aquela nova temporada da série favorita, novos games e personagens de franquias de jogos e ano passado teve até funk por lá em. Porém, tudo nessa vida tem um preço e com o maior evento de cultura geek não seria diferente. Com o alto valor dos ingressos e a localização contrária para quem mora nas quebradas paulistanas, um grupo resolveu criar a sua própria CCXP, só que na periferia da zona sul de São Paulo.

Quem deu a iniciativa para o PerifaCon começar a sair do papel foi uma galera que é amantes de quadrinhos, livros, desenhos e toda a cultura geek no geral, e que cresceu nas periferias de São Paulo. A principal questão que dá luz ao PerifaCon foi a falta de produção de eventos desse gênero nas periferias.

A ideia do projeto surgiu com Mateus Ramos e Matheus Politto. No total, fazem parte do time de organizadores do evento: Mateus Politto, Josivaldo Filho, Andreza Delgado, Mateus Ramos, Pedro Okuyama, Igor Nogueira e Luíze Tavares. A primeira edição do evento acontecerá no dia 24 de março, das 10h até às 19h na Fábrica de Cultura do Capão Redondo e, em breve, a equipe irá divulgar a programação completa.

“Eu recebi o convite. por que curto esse universo geek apesar das dificuldades de ser uma mulher nesse mundo, pirei mais ainda na ideia de ser algo acessível, por que eu não tenho grana pra ir na CCXP”, diz Andreza Delgado, uma das organizadoras do evento.

E para você que vai colar, já anota o endereço aí: Rua Algard esquina com a Rua Trevo Branco, S/N. Se programe com os amigos e não perca essa oportunidade de ir ao 1ª PerifaCon, a CCXP da quebrada.

A partir disso a galera se reuniu para algumas reuniões e tiveram a ideia de criar uma espécie de vaquinha online para conseguir produzir o evento. No início, o PerifaCon era apenas uma feira de quadrinhos, com quadrinistas de quebrada, nada tão grande assim. “Com o passar do tempo, foi surgindo novas ideias, novas mesas para compor o evento e com isso em menos de uma semana já tínhamos ultrapassado o valor que colocamos como meta”, conta Andreza.

Arrecadar mais grana que o esperado foi bom segundo a galera, pois o valor estipulado não era o suficiente para produzir todo o evento e hoje com o valor arrecadado já dá pra pagar bastante coisa, “Estamos buscando patrocinadores. A gente quer que aconteça uma interação entre as marcas e o público do evento e também com a galera que está produzindo arte na quebrada”.

Deu pra perceber que de um simples evento que iria reunir quadrinistas de quebrada e os fãs da cultura geek, hoje o PerifaCon sonha mais alto e quer se tornar um evento de alta relevância para quem é de quebrada mas não tem acesso a grandes eventos desse universo.

Acompanhe o PerifaCon nas redes sociais
Facebook // Instagram // Twitter

Leia mais
Quadrinhos de heróis do rap vão à exposição
Artista cria “Turma do Morro”, a Turma da Mônica da quebrada
HQ apresenta o universo do Futebol Feminino de Várzea

O quê você
procura?