KondZilla

A pura nostalgia do funk ostentação

08.09.2022 | Por: Lucas Morata

Pra quem acompanhou a ascensão do funk ostentação, saiu um set que tá pesado – pra quem chegou agora, aulas. É a junção de MC Guimê, MC Rodolfinho, MC Lon, MC Nego Blue, MC Danado, MC Boy Do Charmes e MC B.O. 

A caminhada dos brabos

No começo dos anos 2010 estes artistas quebraram recordes de visualizações, trazendo junto de seus sons uma nova linguagem de produção audiovisual – uma perspectiva que avançou o funk. Foi a KondZilla na produção desses videoclipes dos artistas, dando uma outra estética pro gênero, que novamente cresceu em proporção nacional.

Konrad Dantas – ou Kond, como popularmente é chamado, começou a carreira na música com a direção de clipes para MCs do funk ostentação de São Paulo, em 2011. O clipe “Megane” do MC Boy do Charmes, conseguiu um milhão de visualizações em apenas 28 dias – um fenômeno pra época. Em seguida, MC Rodolfinho atingiu a mesma marca com “Como É Bom Ser Vida Loka”, só que em menos de 20 dias. Alguns meses depois, “Plaque de 100” do MC Guimê bate milhões já na primeira semana, dando o pontapé inicial numa das  vertentes do funk mais famosas até hoje.

O set é o quê?

O set, que saiu sexta-feira (2), traz o elenco de milhões em um projeto que teve início em janeiro de 2022, o “Baile das Lendas do Funk” que lotou todas as casas de shows ao apostar na nostalgia do público.

Com a ideia de causar uma grande nostalgia os artistas começam cantando um trecho do seu grande sucesso e na sequencia cantam sua nova versão da musica no beat original em que ela fez sucesso. Passando a visão e a ideia da mudança de vida dos artistas e mostrando que todos podem buscar o seu espaço, mesmo com as diversidades vividas cotidianas eles fizeram acontecer e fazem até hoje canetando muito.

Eai já escutou a pura ?

PUBLICIDADE Flowers

Veja também

PUBLICIDADE Flowers
ARTE E CULTURA MÚSICA MODA EDUCAÇÃO ESPORTE EVENTOS EMPREENDA ENTRETENIMENTO SAÚDE E BEM-ESTAR TECNOLOGIA