"O funk está vivendo um momento que sempre mereceu", e a Ludmilla também

Autor: Guilherme Lucio da Rocha

Fotos por: Felipe Max // Portal KondZilla

Funk | 19/04/2018 18:14:28

Anexo faltante

 

A carreira na msica pode ser meterica, com ascenso to rpida quanto a queda. Mas existem bons exemplos de carreiras duradouras, com passagem por vrios estilos e com um portflio cheio de sucessos. A cantora Ludmilla se encaixa perfeitamente nessa segunda descrio. Ela surfa bastante entre o pop e o funk e agora lanar o videoclipe de “No Encosta” na sexta-feira (20), no maior canal brasileiro de msica. O trabalho, que j sucesso na internet, tambm ganhou uma superproduo. O Portal KondZilla aproveitou pra trocar uma ideia com a cantora.

“Agora o funk t podendo mostrartodo o potencial. Em qualquer lugar que toca funk, ningum fica parado”, adianta a cantora. ” alegria, cultura, t mais que certo de t ganhando seu reconhecimento. O funk t vivendo um momento que ele sempre mereceu”.

_mg_3804

Cria da Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, Ludmilla comeou no funk com o nome artstico de MC Beyonc. “Fala Mal de Mim”, em 2012, foi seu primeiro grande sucesso e, um ano depois, a cantora assumiu seu nome de batismo como nome artstico. Com uma trajetria slida, ela enxerga com bons olhos o momento atual do cenrio do baile funk. Principalmente da novidade que chacoalhou o funk carioca: o famigerado 150BPM.

“Eu amo o 150BPM. Eu sou a voz na Baixada, sei de tudo que acontece por l, sei das msicas que eles ouvem por l e de todas as novidades”, explica. “Como eu tambm vou pra Zona Sul [regio nobre do Rio de Janeiro], tenho como fazer essa transmisso de recado. Sempre que posso, gravo vdeo de sons em 150BPM e da as pessoas que me seguem e no conheciam [o ritmo] passam a conhecer”.

View this post on Instagram

Uma noite com ludmilla🔥🎥 @buliiu

A post shared by Ludmilla (@ludmilla) on

Como Ludmilla, a cantora passou a explorar tudo o que a msica pode oferecer, lanando sucessos como: “Cheguei” (200 milhes de visualizaes), “Sou Eu” (84 Mi), “Bom” (111 Mi), “Hoje” (96 Mi), “24 Horas por Dia” (115 Mi) e o mais recente, “Solta a Batida” (19 Mi). Somadas, suas msicas passam de meio bilho de visualizaes no YouTube. Porm, mesmo com toda essa coleo de hits uma fama internacional, ela faz questo de manter as origens.

 

A interao da cantora com suas origens no funk carioca to grande, que a ideia “original” da msica saiu por meio de uma produo em 150BPM e que viralizou no canal do DJ Rennan da Penha, – uma das referncias carioca no ritmo. “Essa msica foi algo inesperado. Eu fao muita msica – e pra muita gente. Um produtor [o Rennan] fez em 150BPM e estourou, da a galera pediu videoclipe”.

E pedido de f no pedido, ordem. Foi assim que surgiu a primeira parceria entre a KondZilla Filmes e Ludmilla. A cantora carioca explicou que teve a ideia do videoclipe de ltima hora e participou de toda criao do roteiro junto do diretor Gabriel Zerra, responsvel pelos trabalho.

O diretor Gabriel Zerra e Ludmilla

“Pensei em algo bem descontrado, bem Ludmilla”, explica a cantora. Muito atenta aos movimentos,a MC estava muito animada em trabalhar com a produtora. Entre diversas conversas, esse trabalho foi uma realizao para ambos: “Eu e o [diretor] KondZilla conversamos h bastante tempo sobre artistas do Rio de Janeiro[…]. Hoje est sendo o ‘pice’ dessa conversa!”.

Ah, mas essa conversa vai ficar s por isso? Claro que no. Ludmilla j adiantou que vem muito mais coisas por a. Enquanto isso, fica ligado no Canal KondZilla porque s 18h desta sexta-feira, a Ludmilla manda o papo e avisa geral: “No Encosta no Meu Namorado!”.

Acompanhe Ludmilla pelas redes sociais:

Facebook // Instagram // Site oficial

ASSINE A NEWSLETTER

NÃO PERCA NENHUMA NOVIDADE DO NOVO PORTAL KONDZILLA!

O quê você
procura?