Coronavírus / Covid-19

Nelson Teich pede demissão do Ministério da Saúde antes de completar um mês na pasta

15.05.2020 | Por: Redação
O ministro da Saúde, Nelson Teich, durante solenidade de posse no Palácio do Planalto

O ministro da Saúde, Nelson Teich, pediu demissão do cargo nesta sexta-feira, 15 de maio, antes mesmo de completar um mês exercendo a função. Teich assumiu o Ministério do governo Bolsonaro (sem partido), no último dia 17 de abril, quando substituiu Luiz Henrique Mandetta, que esteve à frente do cargo desde o início da posse de Bolsonaro em 2019. Uma coletiva de imprensa para esclarecer a saída do ministro está marcada para esta tarde.

Anunciada em nota pela assessoria de imprensa do Ministério, a saída de Teich aconteceu dois dias antes dele completar um mês a frente das funções, sendo assim, a segunda exoneração no meio a crise da pandemia do novo coronavírus. Além da troca dos ministros da saúde, Sérgio Moro também abandonou a pasta de segurança pública no final de abril.

Assim como Mandetta, Teich discordava em alguns pontos do presidente nos últimos dias, como o uso da cloroquina no tratamento da covid-19 (doença causada pelo vírus), decreto que amplia serviços essenciais durante a pandemia incluindo salão de beleza, barbearias e academias e até mesmo flexibilização do isolamento social.

A saída do ministro Nelson Teich não foi comentada pelo presidente Bolsonaro e nem mesmo por ele até o presente momento. Alguns nomes já são cotados para substituir Teich. O ex-ministro marcou uma coletiva nesta tarde para falar sobre sua saída.

PUBLICIDADE Flowers

Veja também

PUBLICIDADE Flowers
ARTE E CULTURA MÚSICA MODA EDUCAÇÃO ESPORTE EVENTOS EMPREENDA ENTRETENIMENTO SAÚDE E BEM-ESTAR TECNOLOGIA