Diversidade

MC William superou as dificuldades para conquistar um videoclipe na KondZilla

25.12.2019 | Por: Wenderson França

Qual o caminho para realizar um sonho? Um cadeirante percorreu aproximadamente 1136 quilômetros de Canoas, Porto Alegre, até São Paulo na sede da KondZilla. MC William, 23, já está no corre do funk e sonhava em se ver na KondZilla, uma forma de promover o seu trabalho Depois de alguns anos tentando, o Kond, da KondZilla acreditou no trampo do MC e decidiu presenteá-lo com um videoclipe para que mais pessoas conheçam seu trabalho e sua trajetória. Quer mais? Ganhou também um banho de loja da Puma e uma cadeira customizada pelo Teydi Deguchi, dono do ateliê Garagem Shibuya. William agora é um artista preparado pro funk. Cola com o Portal KondZilla pra saber mais dessa história.

Favelado, sonhador, cadeirante por sofrer de uma distrofia muscular (uma doença degenerativa dos músculos do corpo) e morador de Rio Grande do Sul, MC William escolheu o funk para passar a visão de superação para molecada. O MC já tá no corre de ser artista há uns 8 anos, primeiro começou no rap, se encontrou no funk e depois de alguns trabalhos publicados na internet realizou o sonho de ter um trampo na KondZilla.

MC William em São Paulo

Depois de viajar pelo menos 4 horas de avião, artista chegou em São Paulo acompanhado do produtor e encostou na Kondzilla em São Paulo, e essa fita toda foi para lá de emocionante. Nosso primeiro encontro depois de falar no Whats App, foi na primeira locação de gravação do seu videoclipe: A favela 12 do Cinga. O cantor expressava alegria misturada com gratidão no rosto e parecida viver um sonho. “Parece que eu estou sonhando acordado mas se for um sonho eu não quero nem acordar mais”, conta o MC. “Eu jamais imaginei que estaria aqui hoje e isso para mim é gratificante demais”.

De bate pronto ele lembrou a luta até conseguir conquistar o videoclipe. “Venho desde 2017 mandando várias mensagens para o Kond e também para o perfil da KondZilla, e vocês me receberam de surpresa”. William lembra o momento exato de receber a notícia e a importância da família em sua vida. “Eu estava tirando um sono da tarde e quando acordei vi uma mensagem do Wenderson França, repórter da KondZilla. A primeira coisa que fiz foi mostrar para minha coroa, nem eu, nem ela, ninguém acreditava. Comecei chorar de imediato”.

Aquele era o momento de se apresentar ao funk e mostrar sua história. “Pra mim, o videoclipe significa poder levar a voz periferia de Rio Grande do Sul, quebrar as barreiras e o preconceito através da música”. Ele é mais um cria do funk consciente. “O funk consciente é mensagens positiva, visão de quebrada. Eu pego tudo o que vivo, procuro sempre escrever sobre superação, letras que vai incentivar a molecada da periferia”, explicou William.

Usando sua doença para inspirar o próximo

As gravações do videoclipe de MC William aconteceram KondZilla também e ele pode realizar mais um sonho, o de conhecer os MCs Digo STC e Neguinho da BRC que fizeram uma participação no vídeo e até gravaram um medley que está no Facebook.

Entre os intervalos das gravações troquei uma ideia novamente com MC William, falando sobre desafios, ele deu logo o papo sobre sua distrofia muscular. “Pra mim é normal, não tem diferença, é como se eu estivesse andando ou correndo”. Se a vida não é fácil, imagina conviver com uma doença que prejudica seus movimentos.

As dificuldades existem mas faz parte da vida de qualquer outro ser humano. Para William, além de realizar seu sonho, a caminhada era também sobre ajudar outras pessoas através de suas vivências e poder trocar histórias de vida com artistas de SP, que correram e alcançaram o sucesso. Assim como Kond e o próprio MC William.

“Além das limitações temos que quebrar as barreiras. O que eu quero é acabar com o preconceito, isso sim é uma missão enorme e muito importante. Quero ser representante da minha quebrada do Rio Grande do Sul. Ser inspiração para molecada”.

Favela Venceu

Foi por essas e por outras que a KondZilla resolveu ajudar MC William. A história de determinação, de lutar pelo sonho e vencer qualquer obstáculo buscando passar a visão de superação, de que é possível realizar nossos sonhos através do funk, é a história de vida dele.

Essa não é a primeira vez que a produtora realiza o sonho de alguém, em 2017, o MC Discolado ganhou um videoclipe da casa. Infelizmente, a empresa KondZilla recebe muitas mensagens de artistas e pessoas solicitando ajuda de alguma forma todos os dias e também temos nossas limitações. Sempre que possível, a KondZilla se dispõe a estender as mãos como foi com o MC William ou com MC Discolado. O importante é nunca desistir de que é possível realizar os sonhos e continuar seguindo em frente.

O sonho de qualquer jovem de favela é poder levar uma vida tranquila e poder ajudar os seus. Por isso, ter um videoclipe na KondZilla seja para MC William, MC Discolado ou MC Kabeça, três jovens que perseveraram, não é somente sobre o nome que a produtora carrega, mas sim sobre quem sabe ver a carreira deslanchar e ver as oportunidade chegarem para então transformar os dias difíceis em dias de glória.

“Pra sonhar não tem limites, o céu não tem limites, basta você acreditar e ter fé que você vai alcançar”. Não pode desistir a caminhada é longa mas é alcançável. “O foco é nunca desistir dos seus sonhos vamos acreditar nos nossos objetivos. Eu acreditei e hoje estou aqui a favela venceu”. Do Guarujá pro Caldeirão do Huck, até a KondZilla MC Kabeça também viu sua vida mudar.

Gratidão. “Eu só tenho a agradecer vocês e o Kond por está me proporcionando viver esse momento e alavancando a minha carreira”. Obrigado universo. “Sonho realizado né mano, isso ai não tem palavra, não tem o que falar”.

Acompanhe MC William nas redes sociais: Instagram // Facebook

PUBLICIDADE Flowers

Veja também

PUBLICIDADE Flowers
ARTE E CULTURA MÚSICA MODA EDUCAÇÃO ESPORTE EVENTOS EMPREENDA ENTRETENIMENTO SAÚDE E BEM-ESTAR TECNOLOGIA