Sem categoria

MC Japinha JP viralizou cantando funk no farol e hoje quer viver disso

12.06.2020 | Por: Redação

A Baixada Santista é o berço funk paulistano. A região ajudou a revelar muita gente foda ao longo dos anos e o funk de lá continua inspirando gerações, como aconteceu com o MC Japinha JP. Hoje no Conte Aqui Sua História, quadro onde você envia sua história de vida e aparece na KondZilla, vamos conhecer mais do corre desse mano que viralizou cantando funk de água e já ganhou até torneio.

“Salve, galera, meu nome é Abillio Ramos Ribeiro, sou mais conhecido como MC JapinhaJP. Sou da cidade do Guarujá, em São Paulo. Hoje em dia tenho 26 anos, mas canto alguns anos já. Sempre fui trabalhador e amo cantar. Juntei essas duas coisas que amo pra levar o pão de cada dia pra minha casa.

Eu canto desde os 12 anos, comecei a curtir funk desde a infância, ouvia muito Neguinho do Kaxeta, Duda do Marapé, MC Primo, eles foram minha primeira referência. Depois fui criando um amor maior pelo funk, comecei a fazer rima na hora na escola e com uns 20 anos vi que era isso que eu queria pra minha vida.

Vi que levava jeito pro negócio em 2014 quando eu participei de um torneio chamado Canta Aí, que quem tava a frente era o DJ Cabral. Cheguei a ganhar R$ 1 mil na semifinal e consegui arrastar umas cinco mil pessoas da minha comunidade pra ir me ver cantar lá. Foi meu primeiro show num palco e ver eles cantando minhas músicas foi muito gratificante. Amo sentir isso.

Um dia lá em 2016 eu vi uma reportagem na TV sobre um cara que vendia água de terno e ganhava R$ 4 mil por mês e achei interessante. Pensei que eu tava desempregado e eu tenho um filho, fiquei pensando em como eu ia arranjar um jeito de dar as coisas pro meu filho e eu tenho vários amigos que foram pro caminho errado, mas eu sempre quis ganhar dinheiro honestamente.

Quando vi a reportagem fiquei matutando ‘o que que eu faço de melhor’ e decidi começar a vender água cantando. Teve um dia que a gente decidiu gravar e logo no vídeo a gente conseguiu vender duas águas e acabamos provando que a gente consegue ganhar dinheiro honestamente.

O vídeo viralizou no Facebook e através disso a Terracom me chamou pra trabalhar com eles. Com isso consegui ajudar um pouco mais minha família e quando sobra um qualquer, eu uso pra ganhar minhas músicas.

Hoje graças à Deus tenho um público que gosta de mim como pessoa e das minhas músicas. Minha missão no funk é ser reconhecido, quero viver fazendo o que eu mais amo, além de ajudar minha família e o próximo”.

O MC Japinha JP seguiu em frente e aproveitou o melhor que sabia fazer: cantar e vender. Não desistir é uma das chaves para alcançar o seu objetivo, como já vimos em diversas outras histórias. Quer aparecer aqui também? Envia um email pra gente em conteaquisuahistoria@kondzilla.com, você pode aparecer em alguma sexta-feira aqui no Portal.

Acompanhe para seguir a carreira do MC Japinha JP no Instagram.

PUBLICIDADE Flowers

Veja também

PUBLICIDADE Flowers
ARTE E CULTURA MÚSICA MODA EDUCAÇÃO ESPORTE EVENTOS EMPREENDA ENTRETENIMENTO SAÚDE E BEM-ESTAR TECNOLOGIA