Conte aqui sua historia

“Mãe, eu vou vencer pela senhora”, diz MC PL do Acari

29.10.2021 | Por: Redação

Sextou com Conte Aqui Sua História, o quadro da KondZilla em que você pode aparecer contando mais sobre o seu corre para inspirar a molecada que tá precisando de uma visão. Hoje quem aparece por aqui é o MC PL do Acari. Se liga na história:

“Meu nome é Paulo Ferreira Júnior, mais conhecido como MC PL Do Acari, bom eu venho de uma família humilde, mas desde pequeno meu pai e a minha mãe nunca deixaram faltar nada pra mim.

Meu contato com o funk vem desde pequeno, pois eu moro em comunidade aqui no Rio de Janeiro. Com 13 anos, comecei a ver vídeos no YouTube pra aprender a ser DJ, só que não deu muito certo. Foi o que eu disse ali em cima, eu tinha vontade de me tornar DJ quando era criança, só que meu sonho mesmo de criança era ser médico, mas pra gente que é pobre tem que ser muito inteligente pra passar em alguma faculdade pública porque só sendo rico pra pagar uma faculdade dessa ou ter que trabalhar muito pra conseguir pagar uma faculdade e se alimentar durante o mês.

Quando eu tinha 16 anos, Deus me abençoou e me deu de presente um filho que hoje tem 5 anos que mudou minha vida. Depois disso, tive que ter responsabilidade e começar a trabalhar. Eu tinha muita vontade de ser barbeiro porque via os amigos que eram barbeiros dizendo que dava pra somar. Pedi ajuda ao meu amigo Jonathan, conhecido aqui no Acari como 10DoCorte. Ele me chamou pra trabalhar com ele e disse: ‘você não sabe nada, mas ninguém nasce sabendo’.

Comprei minha máquina e fui trabalhar com ele. Enquanto ele cortava o cabelo das pessoas, ele ia me explicando como fazia o disfarce, chamava umas crianças na rua e perguntava se elas queriam cortar o cabelo. Foi assim que fui aprendendo. Comprei minha primeira máquina em julho de 2016 e em dezembro eu já estava ganhando dinheiro e podendo ajudar nas coisas do meu filho que estava pra chegar.

Infelizmente em 2018 me envolvi no crime porque achava que ia ganhar algo com isso e no mesmo ano fui preso e fui solto esse ano no dia das mães. Fiquei dois anos e 11 meses preso naquele lugar, mas agradeço a Deus por ter me dado mais uma chance na vida e ter permitido que eu fosse preso e não ter vindo a falecer, e também agradeço pelos ensinamentos. Aprendi que na vida a gente não tem amigos, que quando você tá com dinheiro no bolso, tem um montão ao seu redor e quando você tá lá embaixo, em uma situação difícil, eles todos te abandonam e quem realmente fica do seu lado é a sua família.

Por isso, peço perdão a minha mãe por ter dado esse desgosto pra ela, pois ela não merecia. Ela foi a única que estava comigo, só de pensar que eu era um filho que respondia ela quando ela falava pra eu não sair e que os amigos só estavam comigo pelo meu dinheiro.Eu saia e gastava todo meu dinheiro no baile. Quando eu mais precisei, muitos nem uma mensagem no Facebook me mandaram pra perguntar se eu estava bem.

Minha meta hoje é fazer sucesso na vida de MC, ajudar minha mãe, dar uma casa digna pra ela morar, uma vida melhor, ajudar meu filho, que merece o mundo, e a minha família. Mãe, eu vou vencer pela senhora e pelo Miguel. Eu falei quando estava lá dentro que eu ia mudar e mudei. Minha meta hoje é retribuir tudo o que a senhora fez por mim. Mês que vem eu lanço minha música “Elas Gosta dos Faixa Preta”, que fiz quando estava no sofrimento. Abraços, gente!”

Se identificou com o corre dele? Manda o seu pra gente no e-mail conteaquisuahistoria@kondzilla.com e não se esqueça de nos mandar seu contato, fotos e redes sociais.

PUBLICIDADE Flowers

Veja também

PUBLICIDADE Flowers
ARTE E CULTURA MÚSICA MODA EDUCAÇÃO ESPORTE EVENTOS EMPREENDA ENTRETENIMENTO SAÚDE E BEM-ESTAR TECNOLOGIA