Bloco KondZilla lotou na 1ª edição em São Paulo
Créditos: Karolyn Andrade // Portal KondZilla
- Por Wenderson França

Bloco KondZilla lotou na 1ª edição em São Paulo

Concluindo o carnaval 2020 no melhor estilo, aconteceu neste domingo, 01 de março, o primeiro Bloco KondZilla, na Barra Funda, zona oeste de São Paulo. Com mais de 15 artistas da KondZilla Records presentes no evento, mandando seus maiores sucessos, grande parte da massa funkeira encostou no baile em ritmo de carnaval e colaborou para que a produtora marcasse história mais uma vez. Cola com o Portal KondZilla para conferir tudo o que rolou.

Celebrando o melhor do funk, a Av. Marquês de São Vicente ficou pequena para todo o público da KondZilla, que marcou história no cenário mais uma vez. Levando os maiores artistas do momento, o bloco tocou os hits mais estourados do carnaval 2020, como: Thiaguinho MT e Mila em “Tudo Ok“, Lexa com “Combatchy”, Jottapê e MC M10 com “Sentou e Gostou“, Dadá Boladão cantando “Surtada” na versão remix e DJ Pernambuco aproveitou o set para tocar “Vem me Satisfazer” numa versão Remix Brega Funk para agitar o público na Barra Funda.

Se pudéssemos dizer algo sobre o Bloco KondZilla seria, sem dúvidas, que o evento reuniu as mais diversas tribos lado a lado para curtir o melhor do funk quebrando paradigmas. Era possível ver crianças, jovens e adultos dividindo o mesmo espaço em prol da festa mais popular do país.

Quem ajudou para que a festa ocorresse bem, foi o tempo. Mesmo com previsão de chuva, os foliões mostraram que carnaval e funk combinam sim, ao lotar a avenida sem medo de se melhora. Durante as 5h de evento, até que rolou uma ou outra garoa, mas nada que espantasse o público que cantou forte os sucessos do Canal KondZilla.

Outro destaque do bloco foi o público criativo que caprichou nas fantasias, um sucesso a parte colaborando para que o bloco ficasse ainda mais bonito. E acredite, rolou de tudo um pouco. Tinha gente fantasiada de: coringa, arlequina, irmãos metralhas de juliet, marshmallow, soldado do exército e até quem se arriscou a se vestir de cerveja.

Mas não é só de funk que rolou a festa né, alguns sons sertanejos, seguido da música eletrônica – que vem caminhando em conjunto com o funk em alguns sons. O axé e pagodão baiano também estiveram presentes no bloco. Mas o que realmente aqueceu a pista foi o funk mesmo, fazendo com que todo mundo dançasse até o chão e, lógico, aquelas que davam para desenrolar um passinho do brega funk e também um Passinho do Magrão.

Por fim, o Bloquinho KondZilla encerrou-se próximo às 16:30h deixando um gostinho de quero mais, mas para quem colou e conseguiu se divertir na manhã deste domingo sabe o quão bom foi. E para aqueles que perderam a festa, não fique triste, 2021 já está bem perto, dá pra sentir o cheirinho de folia com o melhor do funk novamente.

Acompanhe a KondZilla nas redes sociais: Instagram // Facebook

Tags relacionadas:

Musica

Matérias

Funk