Cinco remixes de brega funk pra você mandar o passinho

Autor: Gabriela Ferreira

Fotos por: Reprodução // Portal KondZilla

Bregafunk | 08/10/2019 14:39:31

Anexo faltante

O brega funk chegou com tudo no sudeste do país no ano passado, muito por causa de “Tome na Pepeka“, um remix feito por Shevchenko e Elloco, Biel XCamoso, com produção do Marley no Beat. A música original era do Gabriel do Borel com a MC Lucy, e o sucesso do remix foi tanto que o brega funk caiu no gosto de geral. Depois disso, muitos outros remixes apareceram e hoje, aqui no Portal KondZilla, vamos te mostrar outros sucessos que caíram nas mãos da galera de Pernambuco.

Hit Contagiante

Se Kevin o Chris detonou tudo com “Evoluiu“, Felipe Original levou o sucesso pra outro nível ao lado do produtor JS no Beat. A música continua nas principais paradas do Spotify, a top viral e a top 50 mais ouvidas, e no YouTube, já tem mais de 37 milhões de visualizações.

Baile da Gaiola

O Baile da Gaiola, idealizado pelo DJ Rennan da Penha, é muito mencionado em vários funks cariocas lançados nos últimos tempos. Muitos sons que falavam da Gaiola bombaram, e “Hoje Eu Vou Parar na Gaiola”, do MC Livinho com o Rennan, caiu nas mãos do MC Daninho e o JS no Beat, que criaram um brega com samples de uma das músicas do verão de 2019.

Surtada

Nem só de funk o brega se inspira. Um dos sucessos mais recentes no Canal KondZilla é a prova disso. O hino do Dadá Boladão, com a Tati Zaqui e o rapper Oik se originou de um trap. “Surtada” usa um sample da música original feita pelo Calibre 2.1, em parceria com o Oik e o Neobeats.

Botadona

“Ela Vem”, do MC G15 com o MC Livinho também explodiu aqui no sudeste e obviamente o som ia ganhar uma versão brega, né? Dessa vez, comandada pelo produtor Juninho no Beat, com os MCs Maneiro na Voz e Luka da Z.O.

Baby Shark

Como o brega funk é mega inclusivo, tem som até pras crianças mandarem o passinho. O Mano Neto e o DJ Kabulozo nem pensaram duas vezes antes de lançar um remix da musiquinha do Baby Shark, um dos maiores sucessos do YouTube Infantil, que tem mais de 3 bilhões de visualizações.

Com o brega funk crescendo cada vez mais, é de se esperar que mais e mais remixes apareçam, certo? E te falar que tem muito som foda que ainda pode virar um brega. Vamo ficar de olho.

Leia mais:

“Surtada” reúne o funk, o rap e o brega

Sete nomes pra sacar o brega funk de Recife

ASSINE A NEWSLETTER

NÃO PERCA NENHUMA NOVIDADE DO NOVO PORTAL KONDZILLA!

O quê você
procura?