Coronavírus / Covid-19

Governador anuncia medidas contra coronavírus e determina estado de calamidade pública em SP

20.03.2020 | Por: Redação

Nesta sexta-feira, 20, o Governo do estado de São Paulo e a Prefeitura anunciaram medidas para conter a propagação do coronavírus. Dentre as medidas, a vacina da gripe, a suspensão de contas da SABESP e medidas para a evolução do vírus. Separamos aqui os principais tópicos:

Reconhecimento de Calamidade Pública

O Governo do Estado determinou situação de calamidade pública em São Paulo, situação em que permite que o poder estadual tenha mais flexibilidade para tomar ações e novas medidas de prevenção para a população.

Álcool Gel

O governo determinou a venda do produto pelo preço de custo a partir do dia 23 de março, segunda-feira. A medida vale para todos os municípios de São Paulo.

Novos Leitos

O prefeito Bruno Covas anunciou a criação de mais 490 leitos na cidade de São Paulo, eles serão entregues em até 2 semanas a partir do anúncio. Com esses novos leitos, a capacidade de São Paulo praticamente dobra (antes eram 505) e vai poder atender a mais pessoas.

Lembrando que a orientação para a população é num primeiro momento ir para os Postos de Saúde, antes de procurar os hospitais.

Outras medidas adotadas pelo Governo Estadual na semana:

Vacinação

O Governo de SP anunciou que a vacina contra a gripe será oferecida em farmácias de todo o estado a partir do dia 13, de forma gratuita. A gripe é diferente do surto do covid-19, mas de qualquer forma é importante se proteger contra qualquer doença que afete as vias respiratórias. Uma gripe pode deixar o sistema imunológico fraco e assim facilitar o adoecimento de qualquer pessoa.

As vacinas chegam às farmácias dia 13 de abril e nos postos de saúde a partir de segunda-feira, no dia 23 de março.

SABESP – Conta de água

O Governo e a SABESP vão suspender a cobrança das famílias que possuem a Tarifa Social, destinada a residências com uma única família, desempregados, habitações coletivas ou áreas de risco. Para quem já está enquadrado nesta Tarifa, não haverá cobrança a partir de abril. Esta medida atende à 506 mil famílias carentes.

Educação

As escolas estaduais e municipais fecham a partir do dia 23 de março, segunda-feira, e por conta disso o governo antecipou as férias de 165 mil professores da rede estadual e do Centro Paula Souza.

Processos de Devedores

As cobranças referentes a dívidas de pessoas com o estado, ficou suspensa pelo prazo de 90 dias, a partir do dia 1º de abril. A medida visa manter a renda da população para os casos de emergências.

Outras medidas

Bancos – Empréstimos

Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú e Santander estão abertos a atender pedidos de prorrogação, por até 60 dias, do vencimento das parcelas de pessoas físicas, micro e pequenas empresas. É importante contatar o seu gerente para entender melhor essa situação, as dívidas negociadas podem ser de: cartão de crédito, empréstimo pessoal, crédito imobiliário entre outros. Contas do dia a dia (luz, água, internet, condomínio, etc) não entram nessa opção.

Para mais informações das ações do governo contra o coronavírus acesse o site saopaulo.sp.gov.br/coronavirus

Leia também:

10 perguntas para entender o Coronavírus
Coronavírus faz com que o Brasil mude a rotina, saiba o que abre e o que fecha
7 vídeos para você se informar sobre o coronavírus e se prevenir

PUBLICIDADE Flowers

Veja também

PUBLICIDADE Flowers
ARTE E CULTURA MÚSICA MODA EDUCAÇÃO ESPORTE EVENTOS EMPREENDA ENTRETENIMENTO SAÚDE E BEM-ESTAR TECNOLOGIA