Conte aqui sua historia

Depois de aprender a andar aos seis anos, Alan Brasil conta sobre sua superação por meio da dança

21.05.2021 | Por: Redação

Sexta-feira você já sabe que é dia de Conte Aqui Sua História aqui no Portal KondZilla. Hoje quem aparece por aqui é o Alan Brasil, dançarino que superou vários obstáculos na vida e hoje se expressa por meio do funk. Se liga:

“Salve KondZilla, meu nome é Alan Brasil, tenho 20 anos, sou de São Paulo e hoje vim contar a minha história pra vocês. 

Nasci em 2001 com a deficiência do pé torto congênito. Com nove dias de vida comecei a fisioterapia e com 11 meses, fiz minha primeira cirurgia. Até os seis anos, vivi fazendo fisioterapia e outras cirurgias para endireitar meus pés. Passei todo esse tempo usando botinha, andando com o bumbum e na cadeira de rodas. Aprendi a andar só depois dos seis anos. 

Meu primeiro contato com a dança foi quando eu tinha oito anos, vendo vídeos na internet. Desde pequeno eu tinha aquela coisa de querer ser artista e ser reconhecido, só que quando a gente é muito novo, não sabe direito o que quer. Com o passar do tempo, vi que a dança era pra mim. Acho que isso veio da barriga, já que minha mãe dançava também. 

Minha maior inspiração na dança é a Arielle Macedo, bailarina da Anitta. Conheci ela porque sou fã da Anitta desde os oito anos de idade, acompanho ela desde o começo. Lá atrás, eu não acompanhava tanto a Arielle, mas conforme o tempo foi passando e eu fui gostando mais e mais de dança, comecei a prestar mais atenção no balé e me apaixonei.

A Anitta pra mim é um espelho, não só no profissional como na vida. Ela é muito batalhadora. Acompanho ela desde o começo e vi tudo que ela fez pra crescer. 

Quando fiz 16 anos, descobri que eu tinha uma perna maior que a outra e um cisto no cóccix . Foi uma surpresa pra mim e pra minha família descobrir isso depois de já ter feito cinco cirurgias. Foi uma recuperação muito delicada, mas não pensei em desistir nunca. Isso foi só mais uma pedra no meu caminho. 

Sinto que comecei a viver de verdade só quando completei 18 anos. Sempre fui limitado de muita coisa e com 18 anos, comecei a sair, conheci novas pessoas e vi o mundo. 

Meu objetivo é mostrar pros outros a minha superação. É muito gratificante mostrar tudo o que eu consigo fazer depois de ter ouvido um médico dizer que nem de bicicleta eu ia conseguir andar. Não importa as pedras do caminho, você pode conseguir realizar os seus sonhos. Pode demorar anos, mas vai acontecer. Se eu consegui, você também consegue!”.

Se identificou com a história do Alan? Manda a sua pra gente no e-mail conteaquisuahistoria@kondzilla.com  e não se esqueça de nos mandar suas fotos, contato e redes sociais.


PUBLICIDADE Flowers

Veja também

PUBLICIDADE Flowers
ARTE E CULTURA MÚSICA MODA EDUCAÇÃO ESPORTE EVENTOS EMPREENDA ENTRETENIMENTO SAÚDE E BEM-ESTAR TECNOLOGIA