Coronavírus / Covid-19

Brasil tem mais de 11 mil mortes causadas pelo novo coronavírus

11.05.2020 | Por: Gabriela Ferreira

A curva de infectados pelo covid-19 tem aumentado cada vez mais no Brasil. Segundo os dados divulgados pelo Ministério da Saúde neste último domingo, 10 de maio, o número de casos subiu pra mais de 160 mil e o número de mortes ultrapassou os 11 mil, sendo 496 mortes registradas em 24 horas, deixando o Brasil na 6ª posição de países com mais mortes causadas pela doença.

O estudo sobre como a pandemia está agindo no Brasil também está mapeando em quais cidades o surto está maior e das 20 cidades levantadas, 13 são no Amazonas. Ao redor do país, cerca de 86 mil pessoas estão sob acompanhamento médico.

Fecha tudo

Por causa do aumento de casos e mortes, alguns lugares do país estão testando o lockdown, que nada mais é que impedir a circulação das pessoas fechando todos os comércios, por exemplo, se escolher um bairro de São Paulo e nesse bairro proibir qualquer atividade fora de casa por um tempo.

Em Pernambuco, as cidades de Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata vão entrar em restrição intensiva entre os dias 16 e 31 de maio. Além da medida, o uso de máscaras no estado é obrigatório. Durante esse período, as pessoas estão proibidas de de circular pela cidade caso elas não estejam fazendo alguma coisa essencial, como ir ao supermercado.

Outro lugar que também adotou medidas mais restritivas é o estado do Pará, que já tem 11 municípios em bloqueio total. Na última semana, o Pará tinha 574 mortes e mais de 6 mil casos confirmados.

No Rio de Janeiro, Niterói e São Gonçalo entraram em lockdown a partir desta segunda (11). Em Niterói, quem desobedecer o isolamento vai pagar uma multa de R$ 180.

Outros lugares como Mato Grosso do Sul, Amazonas, Ceará, Espírito Santo, Maranhão e Minas Gerais tem alguns municípios em isolamento, mas ainda nenhuma regra a nível estadual.

Já São Paulo, que vai ficar de quarentena até 31 de maio, ainda não decretou bloqueio total em nenhum lugar, mas tanto a Prefeitura como o Governo não descartam essa possibilidade já que os índices de isolamento estão baixos. Em entrevista neste último domingo, o Prefeito Bruno Covas disse que “se os índices de isolamento não subirem pra 60%, seria necessário tomar medidas mais difíceis.”

PUBLICIDADE Flowers

Veja também

PUBLICIDADE Flowers
ARTE E CULTURA MÚSICA MODA EDUCAÇÃO ESPORTE EVENTOS EMPREENDA ENTRETENIMENTO SAÚDE E BEM-ESTAR TECNOLOGIA