Conte aqui sua historia

Após perder uma filha, MC Carpanezzi resolveu investir no funk

06.11.2020 | Por: Da Redação

É sexta-feira, e você já sabe, né? Dia de Conte Aqui Sua História, nossa coluna em que você pode aparecer falando sobre seu corre pra inspirar a galera. Hoje, a gente vai conhecer o MC Carpanezzi, funkeiro do interior de São Paulo. Se liga!

“Meu nome é Lucas Carpanezzi. Tenho 23 anos e sou de Barrinha, interior de São Paulo. Minha história na música começou assim: Me lancei cantando sertanejo. Eu tinha uma dupla com a minha irmã e a gente tocava em pracinha e em barzinho. 

Quando o MC Daleste estourou, fiquei viciado nele e meu interesse pelo funk despertou. Comecei a postar vídeo no Facebook, e as pessoas compartilhavam. Aqui na minha quebrada é assim: ou vai pro crime, ou estuda, ou ganha a vida no funk. Preferi tentar tudo no funk e, desde então, estou na luta.

Sempre gostei de música, sem prioridade alguma entre pagode, funk e sertanejo. Depois que peguei a visão do funk, fui rimando e canetando até que comecei a interagir com o funk de fato, fiz trampos com o pessoal da cidade, e eles me deram uma força, mas depois me abandonaram. Só que nóis é sonhador e não desiste jamais!

Tenho duas filhas. Uma mora com a mãe em outra cidade e outra está com Deus. Convivi com ela a gravidez inteira, mas ela veio a falecer no hospital por negligência. Tive vontade de colocar fogo no hospital de tanto desespero, mas não posso fazer coisa errada. 


Mesmo considerando ela aqui ainda, a morte dela me motivou a continuar lutando pelos meus sonhos. Prometi que ia correr atrás e não ia desistir até conseguir. Pra isso, foi aquele negócio: acordar cedão pra trabalhar todo dia, escrever minhas músicas e postar vídeo na internet cantando. O não eu já tenho, mas estou correndo atrás do sim.

Minha mãe não dá muita atenção, porque ela não curte muito funk, mas meus amigos me apoiam. Inclusive, meu último clipe, “Bela Rosa“, eu gravei com o MC da VL, que tá no corre comigo. 

Ele é amigo do jogador Luiz Araújo, que já jogou no São Paulo, mas hoje joga num time francês. Ele deu uma camisa do time pro MC VL e ele rifou pra gente conseguir gravar o videoclipe. Todo mundo ajudou, toda a quebrada comprou, meus amigos do trampo, todo mundo. 

Meu sonho é ser reconhecido pela minha mãe. Minha família não precisa muito da minha ajuda porque já estão todos bem, mas quero poder ajudar quem precisa e fazer caridade.”

Se identificou com o corre do MC Carpanezzi? Manda a sua pra gente no e-mail conteaquisuahistoria@kondzilla.com, e não se esqueça de nos mandar seu contato, fotos, músicas e redes sociais! 

PUBLICIDADE Flowers

Veja também

PUBLICIDADE Flowers
ARTE E CULTURA MÚSICA MODA EDUCAÇÃO ESPORTE EVENTOS EMPREENDA ENTRETENIMENTO SAÚDE E BEM-ESTAR TECNOLOGIA