Sons pra você conhecer mais o trampo do Papatinho

Autor: Redação

Fotos por: Reprodução // Instagram

Musica | 04/10/2019 10:00:44

Anexo faltante

Pra quem sempre curtiu ConeCrewDiretoria, sabe que o Papatinho é foda e isso não é novidade nenhuma, mas nos últimos tempos, o produtor foi ganhando mais e mais destaque na música brasileira, principalmente de 2018 pra cá, que os produtores e DJs estão sendo cada vez mais admirados pela galera. Levando isso em conta, hoje viemos falar mais do trampo do Papatinho. Se liga.

Não sei se você tá ligado, mas existe tipo um ministério de música aqui no Brasil chamado Ordem dos Músicos, que fica de olho em tudo que tá rolando nos corres musicais do país, e esse mesmo órgão premiou o Papatinho como especialista em sampler (responsável por introduzir os samples nos sons) em 2015. Ele foi o primeiro brasileiro a conseguir essa façanha. E isso nem é surpresa porque o produtor é mestre em usar amostras de músicas inusitadas que dão super certo.

Se você não manja muito o que é sample, te explico. “Samplear” é usar um pequeno trecho de um som em uma nova música. Essa prática existe há muitos anos, em vários estilos musicais, e é bem característico no hip hop.

Pensando em tudo isso, separamos cinco sons do Papatinho pra você se ligar no trampo do cara.

Chama os Muleke

Papatinho começou a carreira com o ConeCrewDiretoria, na produção de todos os sons dos caras. Em 2011, o grupo lançou seu primeiro disco solo, que conta com amostra de músicas diversas, reunindo samba, jazz, MPB e muito mais no rap dos caras. Uma das produções que mais chamou atenção foi a de “Chama os Muleke“, que conta com um trecho de “I Put A Spell on You“, da Nina Simone.

Fé na Luta

O som do Gabriel Pensador com a cantora Taís Alvarenga é outro trampo massa produzido pelo Papatinho. O produtor já começa mandando “Dias de Luta, Dias de Glória“, do Charlie Brown Jr na intro da música, que dá ainda mais emoção pra música que reúne as rimas do Gabriel com o MPB da Taís.

Demorô

Outro gigante que acreditou no trampo do Papatinho foi o Criolo, que em 2016, relançou a música “Demorô”, com uma nova roupagem. A música vem com uma pegada mais trap em alguns momentos e elementos mais trabalhados.

Onda Diferente

Papatinho produziu o maior hit do “Kisses”, álbum visual da Anitta lançado agora em 2019. O 150 BPM reúne a funkeira com Ludmilla e o rapper Snoop Dogg. Indiretamente, até a KondZilla entrou nessa música. O principal sample do som é “Garrafa Transparente“, do MC LF, artista aqui da KondZilla Records.

Abaixo de Zero: Hello Hell

Outro trampo muito foda do Papatinho agora em 2019 foi produzir o disco inteiro Black Alien. “Abaixo de Zero: Hello Hell” junta diversas influências musicais sem deixar o disco parecendo uma salada mista de referências sonoras.

Com tanto trampo foda na manga, o Papatinho ainda tem muito pra nos presentear, seja no funk, no rap ou no que der na telha. E falando em presentear, ele já anunciou que tem música nova do finado Mr.Catra com participação da Anitta pra sair do forno. O que será que vem por aí e com qual sample?

Acompanhe o Papatinho nas redes sociais: Instagram // Facebook

Leia também:

O que ta rolando no rap nacional em 2019
Djonga fez geral sair do chão no lançamento de “Ladrão”

Assista também:

O quê você
procura?