Prefeito do Rio de Janeiro manda recolher HQ com temática LGBT na Bienal do livro

Autor: Redação

Fotos por: Reprodução

Diversidade | 06/09/2019 16:39:38

Anexo faltante

Na noite de quinta-feira (5), o prefeito Crivella postou em suas redes sociais que iria censurar a HQ “Vingança – A Cruzada das Crianças”. Agora, na manhã desta sexta (6), a equipe da Prefeitura do Rio foi até a Bienal do Livro carioca fiscalizar todos os estandes da feira que estavam disponibilizando o livro para a venda.

Segundo a organização da Bienal, a feira recebeu uma notificação oficial dizendo que eles precisam lacrar os livros e colocar um indicativo de “conteúdo impróprio” na HQ que trata a temática LGBT e tem dois homens se beijando em um momento da história.

Em nota, a Bienal disse que não iria retirar os livros e nem lacrá-los pois eles não são impróprios e nem pornográficos. Na manhã desta sexta, todas as unidades de “Vingança – A Cruzada das Crianças” esgotaram em todos os estandes da Bienal.

No Twitter, o assunto rendeu e a galera se manifestou contra a censura do HQ. A editora Companhia das Letras repudiou o ato. Além da companhia, milhares de pessoas se posicionaram contra a postura de Crivella, incluindo o youtuber Felipe Neto, que disse: “nunca se incomodaram com adultério, violência, etc, estivessem em HQ. O problema é sempre o amor LGBT”. O assunto acabou de tornando um dos mais comentadas na rede social.

A produtora do HQ, Panini, não se manifestou nas redes.

 

O quê você
procura?