NGKS lança trap ao lado da Command e Aaron Modesto

Autor: Wenderson França

Fotos por: Gzuz

Rap | 01/11/2019 12:59:20

Rap

Anexo faltante

Vocês estão ligados que o trap está em alta né?! Por isso, vários artistas estão surfando nessa onda e dando uma experimentada na parada. Sendo assim, os meninos da NGKS, que no geral são sinônimo de Passinho dos Malokas, resolveram experimentar também. Logo de primeira eles vem com o videoclipe da música “Eu tenho Ice” e tem mais novidades: quem comanda o mic dessa vez é Pretin Alves. E, para fechar ainda rola participação dos meninos do grupo Command e Aaron Modesto, participante do The Voice 2019. Cola com o Portal KondZilla e confiram mais um hit.

Bem, antes de falarmos sobre Ice e NGKS, vamos entender um pouco da onde vem o trap. O estilo é uma vertente do rap e nasceu lá pros anos 2000, no sul dos Estados Unidos, em Atlanta. Ganhou popularidade mais ou menos em 2007, com artistas como Gucci Mane e OJ da Juiceman.

Em 2012, um novo movimento de produtores e DJs de música eletrônica surgiu e começaram a incorporar elementos da música trap em suas obras. Isso ajudou a expandir a popularidade do gênero fazendo com que ele chegasse até o Brasil. Já em terras brasileiras artistas como Raffa Moreira, Matuê e Recayd ajudaram na popularização. Foi eles e outros artistas quem fizeram ainda com que o público tomasse gosto pelo trap nacional.

Além disso, o gênero foi considerado agressivo por retratar temas como violência, drogas e gangues. Também tem trazido pautas que abordam questões raciais, políticas, desigualdade, vida na favela e até mesmo ostentação. O que nós leva a falar do termo usado na música “Eu Tenho Ice”.

Ice faz referência às pulseiras, anéis, relógios e até as correntes cravejadas de peças brilhantes que fazem alusão ao diamante. Algo semelhante aos cordões de ouro dos funkeiros. Mas não se engane, tem muitos funkeiros, como MC Kevin, MC IG e até MC Dede usando as ice de quebradinha.

A música “Eu Tenho Ice”

Criada por Lucas Alves, mais conhecido pelos fãs como Pretin Alves, a música surgiu de uma brincadeira. A música foi gravada como uma espécie de paródia entre Alves, os meninos do grupo de trap Command, Aaron Modesto e MC Zuuh. O vídeo imediatamente viralizou nas redes sociais atingindo mais de 1 milhão de visualizações. O que levou a gravação do videoclipe.

“A música surgiu em uma brincadeira. O Aaron estava falando de umas paradas do programa que ele participou na Rede Globo, o The Voice Brasil. Eu mandei uma rima pra zoar ele, olhei pro pescoço de um amigo e falei ‘eu tenho ice, ce tem? mano você não tem’. Na hora todo mundo começou a gritar. Depois disso fizemos o vídeo que viralizou na internet”, explicou Alves.

Para o videoclipe, Alves convidou os amigos que já estavam na parada. “O clipe foi maneiro demais, uma energia ótima, todo mundo tirando onda”. Satisfação em ver os amigos evoluindo junto. “Também é bom demais ver seus amigos todos progredindo, cada um na sua carreira artística, satisfatório demais”.

Sendo assim, tudo fluiu da melhor forma possível. “Trabalhar com os moleque foi demais porque já nos conhecemos a muito tempo então tem um sincronismo legal”. Conhecido por embrazar no Passinho dos Malokas, o garoto sonhava em mandar um trap de quebradinha. “E tem aquilo quem espera sempre alcança eu sempre quis trabalhar com o trap”, contou o dançarino, e agora MC, sobre seus sonhos.

Porém, nem tudo são flores. Rolou uma insegurança dentro do estúdio. “É estranho tá cantando pela primeira vez, mas eu estava representei a NGKS. Tanto que no dia da gravação eu estava com vergonha e pedi pra galera sair do estúdio”. Amigo que é amigo fica pra incentivar. “Mas geral foi brother e ficou lá me apoiando. Então, o DJ Loirin falou vamos meter marcha”, concluiu ele.

Acompanhe NGKS no Instagram
Acompanhe Command no Instagram
Acompanhe Aaron no Instagram

Leia também:

Entre estilo e dança, conheça o grupo Command

Assista também:

O quê você
procura?