Há 8 anos, Baixada Santista perdia o MC Careca
Créditos: Reprodução // Redes Sociais
- Por Wenderson França

Há 8 anos, Baixada Santista perdia o MC Careca

O mês de abril é um mês de luta para o funk por diversos artistas que criaram legado no gênero musical terem partido, todos assassinados bruscamente como falamos aqui. As mortes aconteceram entre os anos de 2010 e 2012 e o último a partir com quase 15 tiros, foi Cristiano Carlos Martins, vulgo MC Careca. Pega a visão, 8 anos depois de sua despedida da terra o Portal KondZilla relembra esse monstro do funk.

Popularmente conhecido no movimento funk pelo som “Vai dar Guerra“, parceria com Pixote, dupla de MC Careca até meados de 2006, o artista ainda carrega outros sucessos solos como: “Tá Na Memória” e “Fortes Batalhas“. O ponto alto da carreira de MC Careca foi relatar a correria dentro das favelas, injustiças dentro do sistema prisional e pedir paz dentro das comunidades.

Antes do acontecido com MC Careca, três outros funkeiros foram assassinados na Baixada Santista, sendo eles: MC Felipe Boladão (10 de abril de 2010), MC Duda do Marapé, (12 de abril de 2011), MC Primo (19 de abril de 2012) e MC Careca (28 de abril de 2012).

Eles partiram mas a cultura do funk cultivada por eles vive até hoje espalhando sementes pelo Brasil e mundo afora. O funk é favela e não vão nos calar.

Leia também

Abril é um mês de luta pro funk
8 anos sem MC Primo, um dos relíquias do funk da Baixada
MC Zoi de Gato, o cara que não queria buxixo, só queria dinheiro

Assista também

Tags relacionadas:

Matérias

Funk