8 anos sem MC Primo, um dos relíquias do funk da Baixada
Créditos: Reprodução // Redes Sociais
- Por Wenderson França

8 anos sem MC Primo, um dos relíquias do funk da Baixada

“Diretoria tá de pé ai mane olha a revolta dos moleques sofredor”. Esse é o trecho de um dos sons mais conhecido de MC Primo. Quem é reliquia do funk provavelmente vai lembrar e quem não é, procura saber que não vai se decepcionar. Diretamente da Baixada Santista, berço do funk paulista, Primo viveu os primórdios do gênero que até então engatinhava em SP. Infelizmente hoje o artista, que teria 36 anos de idade, não está mais entre nós, mas vamos juntos relembrar um pouco de seu legado. Cola com o Portal KondZilla.

Morto a tiros na porta de casa, em São Vicente, no dia 19 de abril de 2012, Jadeilson da Silva Almeida, vulgo MC Primo, deixou um legado para o funk passando a visão das verdades que acontecem principalmente dentro das favelas em suas músicas. Ele mandava o então conhecido por muito como funk de relato.

Em vida Primo deixou sons como: “Diretoria”, “Reza Forte” e “Sangue do Teu Sangue”, todas relatando os venenos, alegrias dos moradores da favela e também dando o papo sobre o cárcere de muitos moleque da favela que acabam caindo no sistema prisional pela vida errada. O artista chegou ainda, antes de sua partida, ter um videoclipe dirigido pelo Kond da KondZilla, da música “Espada no Dragão“, que acumula 1,4 milhões de visualizações no Youtube.

Mais um dos grandes marcos da história de MC Primo no funk foi a música “Diretoria” ter conquistado uma produção de ninguém mais ninguém menos que DJ Marlboro, mais um dos responsáveis pelo funk ter circulado em um âmbito nacional no Brasil. O som ainda esteve presente no álbum Funk Brasil 2006 e foi responsável por dar visibilidade ao eterno Primo.

Sobre a morte de MC Primo

MC Primo foi morto no dia 19 de abril de 2012, em Jóquei Club, São Vicente, litoral de São Paulo no bairro em que morava. Tudo aconteceu quando chegava em sua casa acompanhado de sua esposa e seus dois filhos. Infelizmente o artista foi alvejado por 11 tiros e não resistiu aos ferimentos. Além de MC Primo outros quatro artistas da baixada foram mortos no mês de abril e você pode relembrar na seguinte matéria.

Tags relacionadas:

Matérias

Funk