Um Dia Te Explico

E velejando em alto mar
Enquanto uns parasitava
tá pousado no meu progresso e no meu adianto
Com um paço de cada vez pra não dá carteirada
Hoje minha maré tá calma
Mais continuo remando
Sempre vivia descalço lá no chão de barro
Agora to pisando fofo mizunão dos novo
A evok de teto aberto
Por grande São Paulo
A frequesa dessa piranha
E Eu saca o cordão de ouro
Em meio ao mar de tubarão quer paga de séria
Vou te levar pro meu Olimpo que lá eu só rei
No meu cardápio
Hoje eu lotei
Só de luxo burguesa
Em ascensão e várias delas
Querendo também

Um dia ainda eu te explico como eu vivo assim
Nois tamo perto do começo bem longe do fim
Investimento em ouro branco
Deixa as piranha vim
Siliconada E a aventura elas fica nua pra mim

PUBLICIDADE Flowers
PUBLICIDADE Flowers
ARTE E CULTURA MÚSICA MODA EDUCAÇÃO ESPORTE EVENTOS EMPREENDA ENTRETENIMENTO SAÚDE E BEM-ESTAR TECNOLOGIA