Esporte

Paralímpiadas: Carol Santiago conquista terceiro ouro e Daniel Dias dá adeus à carreira

01.09.2021 | Por: Redação

Mais um dia de história nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Em mais um dia de competição, o Brasil conquistou três medalhas, bateu um novo recorde paralímpico e a despedida de Daniel Dias, o maior medalhista paralímpico da história do Brasil. Se liga no que rolou no Portal KondZilla:

Avisa que é ela! Carol Santiago fez história em mais um dia de Paralímpiadas. A nadadora conquistou sua terceira medalha de ouro da competição e ainda fez um novo recorde olímpico. Na prova dos 100m peito da classe SB12 (para atletas com deficiências visuais), Carol fez a marca de 1m14s89 e subiu no lugar mais alto do pódio. Antes desta edição dos jogos paralímpicos, a equipe de natação feminina estava há 17 anos sem ouro. 

Também na manhã desta quarta, Daniel Dias, o maior medalhista paralímpico do Brasil, que soma 27 medalhas, se despediu da carreira olímpica. O atleta fechou sua participação na prova de 50m livre da classe 25 (para atletas de deficiência físico-motora) e ficou em quarto lugar. 

Também na piscina, Talisson Glock conquistou a medalha de bronze na final dos 100m livre da classe S6 (deficiência físico-motora). Esse é o segundo pódio de Talisson em Tóquio.

No tênis de mesa por equipes femininas da classe 9-10, o trio brasileiro formado por Bruna Alexandre, Danielle Rauen e Jennyfer Parinos conquistou a medalha de bronze. 

Com essas novas medalhas, o Brasil chega a marca de 48 medalhas, 15 de ouro, 12 de prata e 21 de bronze. Atualmente, o país está no sétimo lugar do ranking geral. 

PUBLICIDADE Flowers

Veja também

PUBLICIDADE Flowers
ARTE E CULTURA MÚSICA MODA EDUCAÇÃO ESPORTE EVENTOS EMPREENDA ENTRETENIMENTO SAÚDE E BEM-ESTAR TECNOLOGIA