Mr. Bim, o carioca mais amado nas periferias de SP

Música 13/12/2018

*Todas as fotos por Felipe Max // Portal KondZilla

Na roda gigante do funk, o seu momento no topo pode demorar um, dois, cinco anos – ou até não chegar. Porém, com confiança e dedicação, seu sonho pode se tornar realidade. E assim aconteceu com Luiz Cesar da Silva Conceição, de 31 anos, o Mr. Bim, que tomou conta dos bailes de rua de São Paulo com sucessos como “Vai Cavala” (2 milhões de visualizações), “Vou Te Fazer Só Uma Pergunta” (2 milhões) e “Então Desce do Carro” (3 milhões). O Portal KondZilla vai contar um pouco da história do MC carioca que veio pra São Paulo conquistar o topo e como a força de vontade pode mudar a vida das pessoas.

Se você acha que teve um 2018 agitado, te garanto que dificilmente foi mais que o do Mr. Bim. Aliás, ele lembra exatamente como foi sua virada e já planeja repetir no ano que chega, mas numa condição bem melhor.

“2018 foi o ano da minha vida”, resume Mr. Bim, durante a conversa no quarto de hotel onde mora provisionamento em Osasco, na Grande São Paulo. “Lembro que ano passado, fiz um churrasco com a minha família lá no RJ e esse ano vou de novo, só que vai ser uma parada mais cabulosa, sem miséria. Tenho que comemorar mesmo e agradecer também”.

Fazendo vários bate-voltas entre Rio de Janeiro e São Paulo, foi só esse ano que o cantor decidiu ficar por terras paulistanas – muito por conta do sucesso que conseguiu fazer nos bailes de rua da cidade. Com uma média de sete shows por fim de semana, ele conta que desde seu primeiro sucesso por aqui, “Posso Fazer Só Uma Pergunta?“, decidiu ficar por São Paulo.

“Eu vinha direto pra fazer uns trampos aqui, daí ficava um, dois meses e voltava pro Rio. Nesse ano, os trampos começou a dar certo [sic] e meu empresário sugeriu de ficar por aqui. Aceitei. As quebradas aqui de São Paulo me abraçaram, tive um ano abençoado. E, fala pra tu, minhas músicas são sempre sinceras, feitas com o coração mesmo”.

Cria de Niterói, Mr. Bim (apelido que ganhou graças ao humor parecido com o famoso comediante inglês Mr. Bean) é artista desde moleque – ele diz que canta desde os 8 e começou na igreja. O funk entrou na sua vida graça ao grupo “Os Hawaianos” e seus passinhos. “Eu tinha um bonde de amigos e meio que imitávamos as danças. Daí falaram que ter um MC e me escolheram. Tá maluco, mané?! Eu era envergonhado demais, esses caras tavam malucos. Mas também sempre tive uma voz legal e um talento pra isso, então foi que foi”.

Meio ruim de memória, o cantor não lembra exatamente quando saiu do bonde e começou a trilhar sua caminhada sozinho. No entanto, já são mais de 10 anos de carreira e diversos altos e baixos. O cantor conta que em meados de 2007, colhia os frutos do seu primeiro sucesso quando as drogas o atrapalharam.

“Eu estava muito bem no Rio, minhas músicas tocavam nos bailes, mas daí tive um problema e parei de cantar. Fiquei quase um ano meio afastado de tudo e, graças a Deus e a minha fé, consegui me recuperar e voltei pras pistas. A igreja me salvou e me deu uma nova chance de realizar meu sonho de viver de música”.

Pronto pra batalha, Mr. Bim deu seus pulos e colocou na cabeça que nada o tiraria do foco. E se engana quem pensa que foi fácil, viu?! “Sei que sou talentoso, mas nada nessa vida vem fácil. Mesmo sendo conhecido no Rio de Janeiro, a parada lá é diferente. É uma boa até pra essa rapaziada que pensa que tudo acontece do dia pra noite, que não é bem assim. Mas sei que sou diferente, tenho meu talento e tinha a certeza que tudo ia dar certo”.

E qual a melhor forma de um artista de música finalizar seu ano perfeito? Com videoclipe no Canal KondZilla, claro! O do Mr. Bim já tem data marcada: 14/12, vulgo, amanhã! #Fiqueligado

Acompanhe o Mr. Bim pelas redes sociais:
Facebook // Instagram

Comentários