Sequestro na Ponte Rio-Niterói acaba com morte do sequestrador

Autor: Redação

Fotos por: Reprodução // Globo

Notícias | 20/08/2019 12:33:55

Anexo faltante

Na manhã desta terça-feira (20), um homem sequestrou um ônibus no meio da ponte Rio-Niterói e manteve os passageiros reféns por quatro horas. Depois de muita negociação, quando o sequestrador, que estava com uma arma de brinquedo, saiu da lotação, foi atingido por uma bala e morreu enquanto recebia o atendimento médico. Nenhum refém ficou ferido.

Ao todo 37 pessoas estavam no ônibus da empresa Galo Branco quando foram surpreendidos pelo assaltante que rendeu o ônibus pouco antes da 6h da manhã. Durante todo esse tempo, cerca de seis pessoas, que passaram mal, foram liberadas pelo sequestrador.

Depois que o sequestrador rendeu o ônibus, a polícia foi chamada. Segundo oficiais, o assaltante estava com arma de brinquedo, mas havia espalhado combustível pelo ônibus.

O Rio de Janeiro tem um histórico com sequestro de ônibus. Em 2011, três pessoas ficaram feridas em uma situação semelhante. Em 2000, um outro caso chamou muita atenção e terminou com a morte do sequestrador e uma vítima. Esse caso virou o filme “Sequestro do Ônibus 174”, do José Padilha.

Essa é apenas mais uma situação violenta que aconteceu no Rio durante os últimos dias, que vem assustando cada vez mais os cariocas.

A ação terminou quando um atirador de elite conseguiu atingir o sequestrador.

ASSINE A NEWSLETTER

NÃO PERCA NENHUMA NOVIDADE DO NOVO PORTAL KONDZILLA!

O quê você
procura?