Inclusão no mercado de trabalho é a pauta mais urgente pra população negra

Autor: Karolyn Andrade

Fotos por: Divulgação // KondZilla

Comportamento | 19/11/2019 15:20:58

Anexo faltante

Nesta segunda-feira (18), na semana em que é celebrado o Dia da Consciência Negra, o Google Brasil realizou uma palestra no espaço Partner Plex para apresentar um estudo inédito: “Consciência entre urgências: pautas e potências da população negra no Brasil”. A pesquisa realizada em parceria com a consultoria Mindset-WGSN e o Instituto Datafolha apresenta um panorama dos temas mais importantes para a população negra do país. O estudo ainda não está disponível, mas vamos te explicar certinho sobre tudo. Cola no Portal KondZilla para saber os detalhes desse material.

A pesquisa reuniu três grupos de especialistas de São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador para fase qualitativa (que é a opinião do pesquisador sobre o assunto), foram levantados 15 temas resultantes das rodas de conversas que foram utilizadas na segunda fase, a quantitativa, com o objetivo de medir em dados numéricos a relevância dos resultados obtidos depois do primeiro estágio. Essa fase é pautada pelas respostas dos entrevistados. Ao total o estudo de campo computou 1.225 pessoas que se declararam pretos e pardos, com apenas homens e mulheres maiores de 16 anos.

O estudo mostra com clareza os problemas que precisam de soluções mais urgentes para os negros brasileiros e ainda mostra o que os entrevistados pensam sobre o Dia da Consciência Negra. Para 91%, a data é um dia para lembrar e homenagear os heróis e heroínas dos negros e 69% acham que as empresas e a publicidade se aproveitam dessa data para o comércio.

Segundo a pesquisa, as cinco maiores urgências para a população negra ,por ordem de importância, são: inclusão no mercado de trabalho; racismo estrutural e institucional; feminismo negro; genocídio e políticas afirmativas. Os resultados também apontam que as classes D e E possuem mais vozes ativas dentro do debate racial e metade dos entrevistados se consideram ativistas no movimento negro no Brasil.

Outro dado apontado pelo estudo é o papel de brancos na luta contra o racismo: 87% dos entrevistados acham que a luta não é exclusivamente dos negros e que os brancos precisam tomar consciência do que significa ser branco no Brasil. O Google também anunciou que outros estudos aprofundados de dados que foram levantados do que já foi apurado serão lançados durante o ano de 2020.

É importante pesquisas como essa serem lançadas para mostrar que a resolução das questões precisam ser efetivas e acontecer agora, o estudo apontou que a nossa maior preocupação é o entrar no mercado de trabalho. E isso é evidente, pois só assim conseguiremos independência financeira e melhorias de vida. O racismo estrutural nos levou para a realidade de hoje, por isso as outras quatros urgências destacadas se conversam, tudo está ligado. Revelar os dados de forma numérica é extremamente significativo para ampliar o debate e me enche esperança para o futuro.

O quê você
procura?