Do TikTok ao passinho do magrão: “Fuck In Pussy” do MC RD agrada o público com uma pegada mais descontraída
Créditos: Divulgação
- Por Wenderson França

Do TikTok ao passinho do magrão: “Fuck In Pussy” do MC RD agrada o público com uma pegada mais descontraída

Quem imaginaria que um mandela misturando português e inglês poderia dar certo?! Pouco provável, não é mesmo? Porém, a canetada de MC RD no som “Funk in Pussy – Senta em Cima dos Menor” é bala pra lançar um challenge no TikTok ou destravar no Passinho do Magrão. Por isso, a música vem crescendo e ultrapassando a casa dos 3 milhões de visualizações no Youtube. Tu curte funk em português? Então, cola com o Portal KondZilla e vem ver em inglês.

De onde surgiu a ideia de misturar o português e o inglês em um hit: “Queria mesmo inovar o funk com palavras de outros países, foi quando enxerguei que ‘Fuck In Pussy’ poderia ser uma música boa pra se trabalhar, gravei com os DJ’s Felipe Original e o Gui da ZO, e logo conseguimos expandir o som de uma forma bem bacana”, explica MC RD.

Logo, diversos personagens conhecidos passaram postar videos dançando ou em desafios no TikTok, entre eles: os meninos do grupo NGS, a funkeira MC Henny, influencer Babi Muniz e a youtuber Raffela Souza: “Meu empresário começou me enviar vídeos de pessoas famosas dançando no TikTok, eu na verdade não tinha noção da proporção que a música estava tomando. Agradeço demais Deus e as pessoas que trabalham comigo”, diz MC RD.

Diante do sucesso feito ainda nos banners, o mandela que mescla o português com o inglês ganhou um videoclipe no canal da produtora Encontro de MC’s, onde alcançou a marca de meio milhão de visualizações em apenas duas semanas. Vale ressaltar que MC RD é conhecido na cena do funk de rua por seus sons. Depois do feito, o artista foi convidado para trabalhar com outros nomes estourados como: DJ Piu e DJ Henrique de Ferraz

Mesclando o português e o inglês na produção musical 

Deu o papo DJ Felipe Original: “Queria lançar uma música com o beat berimbau, mas não o que os outros DJs estavam fazendo, então cheguei com um berimbau diferente do comum. É sempre assim, geral está acostumado com uma moda, quando vem um DJ com uma pegada diferente, param para escutar”. 

Para ele a soma fez o resultado: “No caso do RD em ‘Fuck InPussy’, trata de um beat diferente, letra diferente, um mandela em inglês, tem pessoas que nem entendem o que a música está falando e embrazando, não tem jeito”. 

MC RD, DJ Gui da ZO, DJ Felipe Original e MC Miguel 

Além de Felipe Original, Gui da ZO, de apenas 17 anos, também colocou as mãos na produção: “Apesar das dificuldades, senti que precisava produzir algo inovador, algo que fizesse com que todos dançassem. Queríamos um beat do momento, algo que grudasse na mente das pessoas, foi quando surgiu o som ‘Fuck In Pussy’, e, junto com meu parceiro Dj Felipe Original, desenvolvi o projeto”. Com base nos bailes de rua, ambos os DJs carregam grandes números na plataformas digitais: “Dois jovens em busca de lançar algo diferente, mas com uma pegada inesquecível!”.

Tags relacionadas:

Funk