Corte Dubai é o novo penteado ostentação do Bom de Corte

Autor: Wenderson França

Fotos por: Divulgação

Comportamento | 11/11/2019 11:09:18

Anexo faltante

Ostentando notas de R$100 em dobraduras especiais entre as mechas, o “Corte Dubai” é a nova sensação e foi criado por Vinicius Rodrigues, vulgo Bom de Corte. A criação é feita diretamente para os mandrake de quebrada forgar naquele naipe no natalzão que já está batendo na porta. Mas se liga, o corte “mais rico do mundo” é só no nome porque o valor é acessível para a molecada ficar bonita. Cola com o Portal KondZilla e acompanhe a evolução dos cortes da favela.

Há mais 2 anos demos uma passada no salão “Bom de Corte” para mostrar os cortes chavosos que saíram das quebradas de São Paulo e invadiram o mundo. Foi uma época de ascensão dos cortes que foram parar em uma exposição fotográfica na Inglaterra. Mais ou menos no mesmo período, o salão do Vinícius estava tomando forma em uma das centenas de vielas de Guaianases, extremo leste de São Paulo. Atualmente o local encontra-se melhor estruturado como mostramos em um dos episódios da série “Corte Certo” no canal do Portal KondZilla do Youtube.

Toda essa evolução vivida pelo cabeleireiro, que aproveitou para investir também em seu salão, proporcionou uma maior liberdade para seguir criando cortes com formas geométricas super calculadas. Entretanto, diferente de 2017, quando os cortes eram menos ousados e carregavam uma maior simplicidade, a cena retornou para mais ou menos 2014 e traz a extravagância dos moleque chave, como apresenta o corte “Dubai”.

“A ideia veio depois que vi um foto de dois moleque bebendo whiskey e dentro do copo deles tinha uma nota de dólar. Viajei nisso e pensei ‘se os cara tá bebendo com a nota imagina só como ficaria no cabelo?!’ O ‘Corte Dubai’ é uma mistura de ostentação com estética de favela, não tem jeito os moleque gosta ostenta”, explicou o Vinícius.

A foto que inspirou o corte Dubai

A princípio rolou uma negação por parte do público até que finalmente caiu no gosto da rapaziada. “No início sempre tem aquela rejeição, crítica de todos os lados, todos cortes diferenciados passam por isso”. Outros barbeiros famosos passaram por isso em suas criações. “Foi assim quando lancei os “Corte Chavosos”, depois veio o “Blindado” do Ariel Barbeiro, que também passou por isso e entre outros. A realidade é que no início é sempre turbulento”.

Vale lembrar que mesmo com a rejeição inicial, o corte Dubai alcançou quase 700 mil pessoas nas redes sociais com a primeira exibição do feito do jovem Bom de Corte. Rodou nas redes e a galera realmente curtiu a criatividade. Tanto que, segundo o próprio cabeleireiro, tem alguns pedidos da galera querendo “chaviar” nas festas de final de ano.

“Estamos passando dessa fase de rejeição. Tem bastante moleque querendo fazer o corte para o natal e virada de ano. Fizemos também em uma rapaziada que pediu o corte para ir para o baile”. Ainda falando sobre os rolês de final de ano na barbearia “Bom de Corte” quem colar nessas datas a recepção vai ser de primeira. “Vamos inaugurar próximo das festas de fim de ano um novo espaço”.

Já os planos futuros é trazer a elegância da classe A para a favela. “No ano seguinte vamos estar ainda melhor: ar condicionado, três barbeiros para atender melhor, vamos servir doses e também vai rolar um espaço para narguile e jogos eletrônicos”. Fala ai se a favela não venceu?!

E você ficou interessado em mandar aquele “Corte Dubai” ou qualquer outra na barbearia Bom de Corte? Lá o corte fica a partir de R$20 e vai ficando mais caro quanto mais na estica você quiser ficar. Por exemplo: pigmentação R$5, sobrancelha R$5, risquinhos R$5 eles ainda trabalham com muitos outros procedimentos.

Acompanhe o salão Bom de Corte nas redes sociais: Instagram // Facebook

Veja também:

 

 

O quê você
procura?