Copa do Mundo Feminina começa nesta sexta-feira (07)

Autor: Wenderson França

Fotos por: Reprodução // CBF

Esporte | 06/06/2019 10:30:42

Anexo faltante

Estamos bem próximos do início da oitava edição da Copa do Mundo de Futebol Feminino. O torneio acontece na França e tem início nesta sexta-feira, 7 de junho, quando a dona da casa faz o primeiro jogo do evento contra a Coréia do Sul, no Estádio Parc des Princes, do clube de futebol PSG, às 16h pelo horário de Brasília. Este vai ser o primeiro ano em que a transmissão dos jogos acontecerão em rede aberta, aqui no Brasil, pela Rede Globo, uma conquista para o futebol feminino.

O técnico da seleção brasileira, Vadão, convocou 23 jogadoras para disputar o mundial e quem sabe tentar pela primeira vez a conquista da taça para o país que carrega em sua bandeira as cores azul, verde e amarela. O time do Brasil estreia no dia 9 de junho, domingo, contra a Jamaica, às 10h30.

A tão sonhada taça e título de melhor seleção feminina de futebol do mundo será disputada entre 24 seleções, divididas entre seis grupos com quatro times cada. Os primeiros e segundos lugares avançam para as oitavas, além dos quatro melhores terceiros. O Brasil está no Grupo C, ao lado da Jamaica, Austrália e Itália.

A Copa do Mundo de Futebol Feminino é, sem dúvidas, a maior competição internacional voltada a prática do esporte na categoria. O torneio vem tomando visibilidade pelo mundo, não é atoa que o mundial 2019 bateu recorde de maior venda de ingressos da história da disputa, foram 720 mil entradas vendidas só até abril.

Além da proporção de ingressos vendidos para a realização da competição, pela primeira vez os jogos serão televisionados pela rede de televisão aberta Rede Globo. A emissora transmitirá para todo o Brasil as partidas da seleção brasileira, e para melhorar, o canal SporTV transmitirá todos os jogos independente da seleção que esteja jogando – sem exceção e ao vivo.

Ocupando o lugar que é de direito delas, as mulheres também estarão jogando fora de campo. Afinal, as partidas serão comentadas da cabine por uma voz feminina, estamos falando da jornalista Ana Thais Matos, comentarista do “Troca de Passes”, do SporTV. Ela fez sua estreia em janeiro deste ano no Campeonato Paulista e tem conquistado seu espaço a cada dia que passa nas paradas do futebol.

O Clima toma as ruas e grafiteiras pintam paredes de São Paulo

O futebol é febre no Brasil. Nas comunidades, o entusiasmo toma conta da galera a cada Copa que vem e dessa vez não foi diferente. A tradição das ruas pintadas já se estende por anos, mas não se encaixava quando o assunto se tratava da Copa do Mundo Feminina. Sim, eu disse não se encaixava porque isso ficou para trás. Afim de mudar uma tradição sexista, algumas grafiteiras se reuniram e pintaram alguns muros da Brasilândia, em São Paulo. O ponto é poder homenagear, dar visibilidade à seleção feminina de futebol, celebrar e ainda popularizar a hashtag #MulherNoFutebol. As artistas a frente do feito foram: Clara Leff, Afolego e Sarah Lorenk.

Acompanhe a Seleção Feminina nas redes sociais: Instagram // Facebook

ASSINE A NEWSLETTER

NÃO PERCA NENHUMA NOVIDADE DO NOVO PORTAL KONDZILLA!

O quê você
procura?