Empreendedorismo

Explicando em detalhes: PIX, o novo recurso gratuito de transferência bancária

07.10.2020 | Por: Da Redação
Em pouco mais de nove horas, mais de 3,5 milhões de chaves foram cadastradas no Pix, o novo sistema de pagamentos instantâneos operado pelo Banco Central (BC)

Surgiu na internet esses dias uma novidade muito boa pra você que não aguenta mais ter que pagar taxa para fazer transferência bancária. O Banco Central desenvolveu o Pix, o novo modo de pagar transferir e receber grana de uma maneira mais fácil e começa a funcionar em novembro. Se liga:

O que é? 

O Pix é o novo sistema de pagamento do BC (Banco Central), que permite transferências e pagamentos entre bancos diferentes em até dez segundos e isso todo dia – a qualquer hora, inclusive em fins de semana e feriados, acabando com aquele negócio de transferir pro amigo e ele receber só depois de 24h. O recurso digital deve acabar de vez com o DOC (Documento de Ordem de crédito) e o TED (Transferência Eletrônica Disponível) 

A ainda…

O PIX substitui boletos, dinheiro físico e permite pagamento em estabelecimentos comerciais por meio de QR Codes – que devem ser escaneados pelo celular.  

A partir de quando posso usar? 

O sistema estará disponível pra geral a partir de 16 de novembro de 2020.

Como funciona o PIX na prática?

Se você cadastrar seu CPF como Chave PIX pelo banco ou instituição financeira que você já usa no dia a dia, basta informar o seu CPF pro seu parça fazer aquela transferência, sem taxas.  

O que é Chave PIX?

As chaves Pix são os apelidos dos seus dados bancários (banco, agência e conta), que funcionam como atalhos para você fazer ou receber transferências. E ainda é uma facilidade para repassar os dados quando nos solicitam para alguma transação financeira, por exemplo. 

Cadastro:

O processo de cadastramento e escolha das chaves já começou. Para tanto, basta que o cliente peça ao banco ou instituição financeira onde possui conta corrente, conta poupança ou carteira digital. A instituição vai fazer no Banco Central o cadastramento da “chave” escolhida pelo cliente, e que vai fazer a parada toda fluir. 

O que os interessados precisam ter? 

Conta corrente, poupança ou de pagamento pré-pago. 

 É grátis mesmo?

Sim, os bancos arcam com os valores da operação que, para o consumidor, não há custo algum. Para comerciantes que vendem com o PIX, a taxa será muito menor. 

Confira muito bem os dados, antes de pagar ou transferir:

Uma vez enviada, a transferência ou o pagamento com o PIX não podem ser revertidos. 

Haverá limite de transações?

Até o momento, não foi fixado um número limite de transações, mas as instituições bancárias poderão fixar um valor máximo praticável.

O PIX é bom pro meu negócio?

Sim, o recurso é uma forma fácil de interação com clientes, que permite pagamento via  feito via QR Code. O dinheiro cai na hora na sua conta, e as taxas são bem atrativas. E ainda é possível parear com qualquer aplicativo de pagamento. 

É possível fazer agendamentos?

Sim, se a instituição disponibilizar o serviço, é possível agendar o PIX para uma data futura. Mas, se no dia agendado, o pagador não tiver dinheiro na conta, a transação não será aprovada.  (Aí é tiração, parceirx! rs) 

PUBLICIDADE Flowers

Veja também

PUBLICIDADE Flowers
ARTE E CULTURA MÚSICA MODA EDUCAÇÃO ESPORTE EVENTOS EMPREENDA ENTRETENIMENTO SAÚDE E BEM-ESTAR TECNOLOGIA