Matérias

Dia do Jornalista: confira 10 canais de comunicação da quebrada

07.04.2022 | Por: Carolina Matias

Hoje, 7 de Abril, é comemorado o Dia do Jornalista.

Ser jornalista é uma profissão que demanda muita pesquisa, humanidade, dar voz e garantir a credibilidade das informações.

O profissional do jornalismo, o jornalista, é o responsável por levar a informação para as pessoas.

Seja através da escrita, da fala, da foto e das diversas linguagens da comunicação.

O jornalismo está em todo lugar. E é essencial que o profissional utilize de suas ferramentas e conhecimentos para potencializar principalmente as vozes marginalizadas.

A pauta de hoje é jornalismo de quebrada e para ela. Nisso, separamos 10 canais de comunicação. Confira aqui no Portal da KondZilla!

Dia do Jornalista na Quebrada

1. Marginalmente Projeto

O primeiro da lista é o Portal de comunicação periférica Marginalmente Projeto.

O intuito é proporcionar maior visibilidade para os artistas.

E também para projetos e empreendedores da periferia.

O projeto foi criado em 2019. E o Marginalmente surge com o objetivo de proporcionar maior visibilidade para as pessoas que movimentam a cena periférica. 

Marginalmente Projeto // Reprodução.

Confira um pouco dos ideais do projeto: 

“Viemos para desmitificar o estereótipo de que “favela” é sinônimo de criminalidade. E a partir disso criamos nossa plataforma de comunicação.

Semanalmente são veiculados conteúdos sobre os artistas, eventos, projetos, empreendedorismo. E tudo relacionado a movimentações que acontecem nas quebradas”.

Marginalmente // Reprodução.

O grupo produz matérias sobre a cena periférica, conduzem lives, têm playlist com artistas de quebrada e muito mais.

https://www.instagram.com/marginalmenteprojeto/

https://www.instagram.com/p/CaVumn8rJOl/

Conheça o trabalho de Marginalmente no Instagram, Facebook, visite o Site, inscreva no canal do YouTube e dá um play nessa playlist babadeira no Spotify!

Confira um guia sobre “A VOLTA DOS ROLÊS DE QUEBRADA

2. Agência Mural

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias é mais um canal que fala com as periferias.

https://www.instagram.com/p/Cbu2MJTrAt8/

O projeto “Tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias, em especial na Grande São Paulo”.

https://www.instagram.com/agenciamural/

A rede da Agência Mural é composta por profissionais da comunicação de diversas regiões. São comunicadores que moram ou cresceram em bairros e cidades da região metropolitana de São Paulo.

A pluralidade é uma marca do projeto. São diferentes credos, religiões, etnias e raças, gêneros e orientação sexual que compõem a equipe. 

Além disso, suas formações não ficam apenas no jornalismo. São profissionais da publicidade, do design e outros.

Você pode apoiar esse projeto incrível. Veja como:

https://www.catarse.me/periferias

Agência Mural // Reprodução.

Acompanhe o trabalho dessa Agência tão plural!

Eles estão no Instagram, Facebook, LinkedIn, Twitter e mais!

3. Alma Preta Jornalismo

Agora é a vez da Alma Preta Jornalismo. Eles são especializados na temática racial. O objetivo é construir um novo formato através do jornalismo qualificado e independente.

Alma Preta // Reprodução.

O coletivo surgiu em 2015 através da iniciativa de universitários e comunicadores negros. Eles perceberam a necessidade de produzir pautas antirracistas no Brasil. 

No decorrer de sua trajetória, a agência só foi crescendo. Diversos veículos de comunicação começaram a notar o trabalho desses jovens. E, nisso, o jornalista segue com o objetivo de informar, viabilizar e potencializar a voz da população negra.

E eles tem um Podcast, oPapo Preto”.

https://www.instagram.com/p/CcBiANAMDH7/

No site e redes sociais é possível encontrar reportagens, análises, coberturas de eventos, artigos opinativos e demais conteúdos jornalísticos em formato textual e audiovisual.

Alma Preta // Jornalista.

Eles também estão em várias plataformas: Instagram, Facebook, LinkedIn, YouTube e Site.

E dá para ajudar o trabalho deles no Catarse: catarse.me/financie_alma_preta

4. Énois

A Énois é um laboratório que trabalha para impulsionar a diversidade, a representatividade e a inclusão da periferia no jornalismo brasileiro. 

A agência surgiu em 2009 com a Escola de Jornalismo (EJ), voltada ao público jovem. O projeto se expandiu pela Internet e a EJ se tornou a primeira escola online de jornalismo no Brasil. 

https://www.instagram.com/p/CYHw4_LJjFv/

Eles oferecem cursos presenciais para jovens da periferia. Mais de 500 jovens se formaram em jornalismo e mais de 4 mil passaram pela Escola de Jornalismo online.

Énois // Reprodução.

Nisso, muitos alunos da escola começaram a produzir conteúdo para a Énois. E como profissional formado, o jornalista dá voz para a periferia através do jornalismo.

Para conhecer mais sobre essa agência incrível, se liga no Site, Instagram e pode contribuir pelo link: benfeitoria.com/projeto/enois 

5. Mídia Índia

Mídia Índia // Reprodução.

​​Abordando uma plataforma de luta dos povos indígenas, a Mídia Índia é um coletivo formado por indígenas de diversas comunidades, regiões e povos. 

O coletivo é uma Organização Sem Fins Lucrativos. O trabalho é protagonizado por jovens indígenas que “contribuem para romper uma comunicação hegemônica e não participativa”.

 Um dos objetivos da Mídia Índia é garantir uma comunicação representativa.

https://www.instagram.com/p/CcDyI-VO28T/

Toda a comunicação é colaborativa, e o coletivo traz informações atuais sobre a luta indígena. Fazem lives e acompanham os principais eventos da causa.

“Vamos juntos, existir para resistir, levar a voz doz povos indígenas para o mundo, comunicar para lutar e demarcar!”

Confira o trabalho desse coletivo no Instagram, Facebook, Twitter, YouTube o Site!

6. Desenrola e Não Me Enrola

O Desenrola e Não Me Enrola é um coletivo que foi criado em 2013. O grupo é formado por moradores das periferias e a tua a partir da quebrada para a quebrada.

Desenrola e Não Me Enrola // Reprodução

A linha editorial é focada em realizar uma cobertura jornalística sobre a cena cultural das periferias de São Paulo.

Traz também a complexidade de se morar, trabalhar, conviver e sobreviver nos territórios periféricos.

https://www.instagram.com/p/CcDjDewujKf/

Através das suas redes e plataformas, sempre com foco nos acontecimentos da periferia, eles levam:

Conteúdo, formação e pesquisa a partir das identidades culturais dos sujeitos e territórios periféricos.

Se liga nas plataformas que eles estão atuando: Site, Instagram, Facebook, Twitter e YouTube!

https://www.instagram.com/p/CVqyS9DAnK0/

7. Periferia Em Movimento – jornalista de quebrada

Conheça agora um pouco do trabalho da equipe do Periferia Em Movimento.

Eles são uma produtora independente de Jornalismo de Quebrada que gera e distribui informação dos extremos ao centro.

Periferia Em Movimento // Reprodução.

“Como visão almejamos que pessoas como nosses familiares, amigues e vizinhes se reconheçam no trampo que realizamos. E assim se percebam pertencentes da cidade, para que possamos construir um projeto de poder popular a partir das margens”.

“Nossos valores circulam em caminhar ao lado dos nossos nos territórios, com representatividade, empatia, equidade, horizontalidade. Sem negociar direitos, com saúde física, emocional e financeira”.

https://www.instagram.com/p/CaZvrDqLbtP/

Eles estão fixos no extremo sul de São Paulo, e enxergam o mundo através das margens.

O trabalho do grupo é dividido em dois eixos: o de conteúdo e o de articulação.

Os conteúdos são de dentro para dentro. E a pauta jornalística é voltada para a cidade através de lutas em prol de direitos. Estes para quem vive nas cidades e necessita dessa segurança através de políticas públicas.

Aqui você pode apoiar o projeto – periferiaemmovimento.com.br/apoie/

E também pode incentivar o trabalho acompanhando através das plataformas:

Plataforma, Instagram, Facebook, Twitter, YouTube e Spotify.

8. Mundo Negro

Site Mundo Negro // Reprodução.

Sendo referência de conteúdo e jornalismo informativo sobre e para a comunidade negra. 

É um espaço de credibilidade, com produtores de conteúdo e jornalista que levam as melhores notícias voltadas a este público.

https://www.instagram.com/p/Cb3qQbeIwa7/

Na Bio do Instagram, eles são “O melhor conteúdo sobre negros do Brasil”

No Portal de Notícias, eles trazem matérias sobre os principais acontecimentos e notícias sobre negros no Brasil e no mundo.

Confira o trabalho no Instagram, Facebook, Twitter e LinkedIn.

9. Gramofone Ativo

Gramofone Ativo // Reprodução.

Com um conteúdo diferenciado e diversificado, a Gramofone Ativo fala sobre música, principalmente na quebrada. 

Eles são um portal de jornalismo sobre música. E o objetivo é dar voz e visibilidade para os artistas da música da quebrada.

Vai que eles querem fazer barulho e mexer com as estruturas!

https://www.instagram.com/p/CbdlR1PLpkz/

O time é composto por minas jornalistas em sua maioria. 

“Fugindo da ideia de que “não fazem mais músicas como antigamente”, vamos trazer um conteúdo cheio de novidades, sem deixar a grande cobertura musical de lado. No fim queremos te mostrar que o melhor lugar para se estar é fora da bolha”. 

Muito massa, né? Aproveita e já soma no conteúdo da galera seguindo no Insta, conferindo as principais notícias no Site, no Facebook e LinkedIn!

10. Mídia Ninja

Mídia Ninja // Reprodução.

E pra fechar a nossa lista, vamos falar de um dos principais canais de jornalismo de quebrada no Brasil!

O Mídia Ninja é uma multi plataforma colaborativa, formada principalmente por jornalistas de diversas regiões do país. 

Eles utilizam o jornalismo como ferramenta e linguagem para levantar temas e debates. E nisso, “fortalecer narrativas que não tem visibilidade nos meios convencionais de comunicação”.

https://www.instagram.com/p/Cb8Z89Eunnb/

Sendo uma plataforma plural, através do Mídia Ninja, outros perfis foram surgindo. Grupos de diferentes estados, lutas e vivências se formam e produzem conteúdos em parceria com eles. Como é o caso do Mídia Índia, e do Ninja Foto.

Mídia Ninja está em todas as plataformas, levando conteúdos relevantes para o público de quebrada. 

Você pode segui-los no Instagram, Facebook, Twitter, YouTube e de contribuir com o trabalho através do link: https://www.catarse.me/midianinja 

Mídia Ninja // Reprodução.

O trabalho do jornalista está presente em todos os perfis indicados nesta lista. Fortaleça a profissão consumindo conteúdos feitos através de um jornalismo que te contemple.

Curtiu as indicações de perfis de canais de comunicação da quebrada?

Estes são apenas alguns de tantos que seguem levando informações para diferentes grupos. Valorize e acompanhe o trabalho de jornalista!

PUBLICIDADE Flowers

Veja também

PUBLICIDADE Flowers
ARTE E CULTURA MÚSICA MODA EDUCAÇÃO ESPORTE EVENTOS EMPREENDA ENTRETENIMENTO SAÚDE E BEM-ESTAR TECNOLOGIA