Educação

Bolsonaro sanciona lei suspendendo pagamentos do FIES para formados

15.05.2020 | Por: Redação

Nesta sexta-feira (15), o presidente Jair Bolsonaro sancionou uma lei que permite suspender o pagamento das parcelas do Fies durante a pandemia do novo coronavírus. De acordo com o texto postado hoje no Diário Oficial, as pessoas que poderão suspender o pagamento aqueles graduados ou formados que tiverem em dia com as parcelas até o dia 20 de março, data que marcou o estado de calamidade em decorrência do vírus.

Vai funcionar mais ou menos assim: contratos em fase de utilização ou carência podem ter até duas parcelas suspendidas, e os contratos em situação de amortização, ou seja, quem tá terminou a faculdade e está apenas pagando as prestações, que podem ter até quatro parcelas suspendidas.

Esses prazos podem ou não ser prorrogados pelo Governo mais tarde, mas por enquanto, a medida ajuda a tirar pelo menos um gasto mensal que pode ser revertido em outras coisas que são prioridades agora.

FIES

O Fies é o programa de financiamento estudantil, que permite que jovens estudem em faculdades particulares com o financiamento do governo. Após a conclusão do curso, os alunos pagam o governo por esse adiantamento. Durante o curso, o aluno paga parcelas muito baixas para manutenção do serviço.

O FIES é uma das modalidades de ensino superior do governo, junto do PROUNI e SISU. Para todos os casos é necessário o aluno usar a nota do ENEM do ano, ou do ano anterior, para ter direito aos benefícios. Neste ano, as inscrições do ENEM estão abertas até 22 de maio.

PUBLICIDADE Flowers

Veja também

PUBLICIDADE Flowers
ARTE E CULTURA MÚSICA MODA EDUCAÇÃO ESPORTE EVENTOS EMPREENDA ENTRETENIMENTO SAÚDE E BEM-ESTAR TECNOLOGIA