Veja os 9 anos de história da KondZilla

Autor: Redação

Fotos por: Arte // KondZilla

KondZilla | 30/05/2020 11:19:21

A KondZilla está prestes a completar nove anos de existência no dia 31 de maio 2020. A produtora, hoje uma holding de outras quatro empresas, alcançou grandes marcos nesse período: foram mais de 1.400 videoclipes, somando mais de 30 bilhões de visualizações no Youtube; 150 conteúdos no Portal KondZilla, somando 23.6 milhões de visualizações também no Youtube; a idealização da série “Sintonia” na Netflix, que ficou entre o top 10 mais populares da plataforma, o KondZilla Festival o maior festival de funk do mundo e ainda teve o Bloco KondZilla, um dos maiores de funk do carnaval de São Paulo. Quer saber mais sobre essa trajetória de 9 anos? Cola com o Portal KondZilla.

É impossível falar da KondZilla e não falar do Konrad Dantas, responsável por construir um verdadeiro império no funk. Nascido e crescido nas favelas do Guarujá, litoral de São Paulo, Kond é dono do único canal com 57,9 milhões de inscritos no Brasil, é diretor, palestrante e empresário, ainda conquistou diversos marcos nesses 9 anos como: apontado como um dos 100 negros mais influentes do mundo em 2019, capa de pelo menos três grandes revistas veja São Paulo (2017), Gol (2018) e QG (2019), vencedor de diversos prêmios como Digital Awards BR (2017) e (2018). Podemos dizer que ele vem há uns anos contrariando as estatísticas e mostrando ao mundo que favela é capaz.

2011/2012

A história da KondZilla começa lá em 2011 com a gravação do videoclipe “Megane” do relíquia MC Boy do Charme, mas o primeiro videoclipe do canal KondZilla mesmo foi de outro MC que fez muitas histórias no funk: MC Nego Blue com o som “É o Fluxo” no ano de 2012. Vale lembrar que já nessa época a KondZilla estava acostumada com os milhões em seus videoclipes, afinal juntos os trabalhos acumulam quase 12 milhões de visualizações.

2013

No ano seguinte, em 2013, a KondZilla estava se popularizando cada vez mais nas ruas e lançando os MCs estourados da época como a dupla Pikeno e Menor. Os artistas colocaram nas pistas a música “Ela é Toda Toda” acumulando 100 milhões de visualizações. Neste mesmo ano, MC Boy do Charme voltou com o clipe no próprio canal da KondZilla quem não lembra de “Embarque Na Nave“? O funk ostentação purinho.

2014

2014 foi a vez de MC Lon colocar o rosto no canal KondZilla com música “A Festa“. Foi também neste mesmo ano que a KondZilla foi uma mola propulsora na popularização do famoso Passinho do Romano com o lançamento de “Sarrada no Ar” do MC Crash. Se você é relíquia dos relíquias da quebrada, com certeza embrasou muito nessa né não?! Até esse momento o canal KondZilla tinha apenas 1 milhão de inscritos e já estava fazendo todo esse barulho.

2015

Os próximos três anos (2015, 2016 e 2017) foram os anos de ouro da KondZilla, que começaria rodar a chave alcançaria a marca de 10 milhões de inscritos. O jogo mudou com Karol Conka e a música “Tombei“. Mas a KondZilla sempre se destacou com funk, foi por isso que “Baile de Favela” conquistou seu lugar como funk do ano.

2016

Aguenta coração que os dois anos seguintes foram de muitos lançamentos foda. 2016 teve Racionais MC’s no canal KondZilla em “Um Preto Zica“, MCs Zaac e Jerry mandando o hit “Bumbum Granada“, MC Kekel “Partiu” e “Namorar Pra Que“, Kevinho “Tumbalatum“, “Deu Onda” do MC G15 e MC Lan “Pararam Pam Aprendestes“. Estou até sem fôlego com esse ano lendário da KondZilla nas pistas e a chegada dos nossos meninos: Kevinho, MC Kekel e MC Lan colocando trabalho no maior canal de funk do mundo.

2017

2017 foi um ano bem marcante para KondZilla, pois foi nele que foi gravado “Bum Bum Tam Tam” e “Olha a Explosão” cada um dos videoclipe tem mais de 1 bilhão de visualizações no Youtube, sim, eu disse um bilhão de visualizações, MC Fioti e Kevinho deitaram nessas. Também em 2017, MC Kekel esteve presente com mais um hit “Quem Mandou Tu Terminar” 123 mi, MC Lan com “Rabetão” 250 mi e MC Rahell com “Vai dar Pt” 60 mi. 2017 também foi o ano de surgimento da KondZilla Records e do Portal KondZilla.

2018

2018 foi realmente um ano de muitas glórias para a KondZilla, foi nesse ano que a KondZilla conquistou 40 milhões de inscritos no Youtube vindo a ser o maior canal de funk do mundo. Vamos aos sucessos de 2018: Kevinho e Simone&Simaria “Ta Tum Tum”, MC Loma e as Gêmeas LacraçãoEnvolvimento”, MC MM e DJ RDSó Quer Vrau”, MC Kekel e MC RitaAmor de Verdade”, MC Menor MR e MC DedeAonde Nós Chegou” e Kevinho e Kekel “O Bebê”.

2019

2019 foi marcado pela estreia da série “Sintonia”na Netflix, nascimento do Portal KondZilla no Youtube, projeto Super Pads, novos rostos na KondZilla e também no funk como o MC Alê. Tivemos também a Live que anunciou uma galera de peso para reforçar a KondZilla Records, além de muitos lançamentos do tipo: “Perdoa Mãe” MC Alê, “Sentou e Gostou” MC Jottapê e MC M10, “Te Amo Sem Compromisso” diretamente de “Sintonia”, rolou ainda MC Lan e Ludmilla no som “Malokera” e para fechar o ano teve Lexa, nossa sapequinha em “Chama Ela” com Pedro Sampaio.

2020

Quanto barulho em menos de 10 anos não é? Por fim, chegamos em 2020, mais um ano daqueles de estremecer qualquer um. Para quem gostou de “Sintonia” teve a confirmação 2ª temporada, um pouco mais a frente rolou o Bloco KondZilla para celebrar o carnaval e logicamente o funk. Os lançamentos mais estourados do ano até o presente momento foram: “Bate Palma” Lexa e Jottapê, “Virgem” MC Henny e MC Lya, “Olha esses Robôs” MC Lipi e MC Digo STC, “Alvará” MC Ramon e MC Lipi e para fechar com chave de ouro esses 9 anos de existência teve Kevinho e o rapper Tyga em “Corpo Sensual”.

Acompanhe KondZilla nas redes sociais: Instagram // Facebook // Youtube

O quê você
procura?