Projeto ‘Pretos no Enem’ reúne 20 mil padrinhos para ajudar estudantes negros
Créditos: Divulgação // Pretos no Enem
- Por Wenderson França

Projeto ‘Pretos no Enem’ reúne 20 mil padrinhos para ajudar estudantes negros

É preto ou indígena, de quebradinha e quer prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), mas não tem condições de pagar os R$85 de taxa e também não conseguiu a isenção por algum motivo? O projeto ‘Pretos no Enem’ vai te auxiliar nessa caminhada, descolando um padrinho para bancar a sua inscrição. Pega a visão com o Portal KondZilla e seja ágil porque o último dia de pagamento é na quarta-feira (10).

Em meio aos protestos no mundo contra o racismo, (depois da morte de George Floyd, nos EUA), surgiu no Brasil a iniciativa ‘Pretos no Enem’, visando auxiliar pessoas em situação de vulnerabilidade social a dar o primeiro passo em direção ao ensino superior. Outra base para que o projeto pudesse nascer foi a notícia de que 300 mil inscritos no vestibular não prestar por falta de pagamento.
O projeto criado pela jornalista e podcaster cearense Lyara Vidal é totalmente voluntário, conta com mais 60 colaboradores na linha de frente para receber e encaminhar os boletos a serem pagos e conta com a ajuda de pessoas como você, a fim de apadrinhar um preto na caminhada até a graduação.

Lyara Vidal, 24 anos, jornalista e podcaster – Foto: Arquivo Pessoal

O único critério para ser um beneficiário e ter o boleto pago é a ética. Se você se identifica como uma pessoa negra e não conseguiu pagar a inscrição do ENEM, basta entrar em contato com a equipe do ‘Pretos no Enem’ pelo Instagram ou Twitter que o pagamento do seu boleto será feito conforme a quantidade de padrinhos que foram se colocando à disposição para ajudar.

“Estava me sentindo péssima de novo porque eu já não tinha tentado em 2019 e desistiria mais um ano. Quando consegui ajuda, me senti motivada, com esperança e com um alívio que pode ter sido o sinal que eu precisava para não desistir de vez”, disse a estudante Maria Luísa, 19, ao site G1.

Maria Luísa Pereira foi a primeira estudante a ser ajudada pelo projeto Pretos no Enem – Foto: Arquivo Pessoal

Como faço para ajudar?

1 – No site oficial do projeto pretosnoenem.com você vai ser direcionado para um formulário contendo apenas duas questões básicas (número de telefone e quantos boletos está disposto a pagar).

2 – Preenchido o formulário, seu nome vai para uma planilha onde é feito o controle de quantas inscrições estão com promessas de serem pagar.

3 – Quando alguém que precise de auxilio do pagamento encaminhar o boleto para o projeto ‘Pretos no Enem’, os voluntários vão até a planilha e selecione um padrinho. Se o seu nome for escolhido, você efetua o pagamento e retorna com o comprovante para o projeto.

Como faço para ser ajudado?

1 – Basta mandar uma mensagem para o Instagram (@pretosnoenem) ou Twitter (@pretosnoenem) e ficar atento a resposta.

2 – Na mesma mensagem encaminhe o seu boleto ou espere os voluntários do ‘Pretos no Enem’ te passarem uma direção.

3 – Com o boleto em mãos, o projeto entrará em contato com algum dos padrinhos, que pagará a sua inscrição e te encaminharam o comprovante de pagamento.

Atenção

O último dia para realizar o pagamento do seu boleto do ENEM é na próxima quarta-feira (10). Então, se você quer realmente prestar o vestibular e ingressar em alguma universidade, seja ela pública ou privada pelo (FIES), e se encaixa nos critérios do projeto ‘Pretos no Enem’ esse é o seu momento. Não espere pelo amanhã e faça a diferença no seu futuro agora.

Acompanhe o projetos Pretos no Enem pelas redes sociais: Instagram // Twitter

Tags relacionadas:

Matérias

Educação