HERvolution: estreia do reality show, rolê por Paraisópolis e papo sobre pobreza menstrual
Créditos: Reprodução
- Por Redação

HERvolution: estreia do reality show, rolê por Paraisópolis e papo sobre pobreza menstrual

Está disponível mais um episódio do “HERvolution”, o programa pra todas as minas, manas e monas, apresentado pela Mila. Nesta semana, rolou um rolê por Paraisópolis, entrevista com a Nicole Balestro, CEO da Ceia Ent, e a estreia do reality show em busca de uma produtora musical. Se liga

Abrindo o programa daquele jeitão pra inspirar as minas, no “TOP 5”, Mila exaltou as mulheres brasileiras que criaram grandes projetos sociais.

No “Bairro Delas” dessa semana, quem foi a responsável por apresentar sua quebrada foi a relíquia MC Trans, que nos levou para dar um peão por Paraisópolis, São Paulo. A primeira parada da funkeira foi o Bistrô Mãos de Maria, para bater um papo com Elizandra Cerqueira. O Bistrô tem uma horta, que fornece hortaliças para a comunidade, além de servir marmitas para as pessoas.

A segunda parada foi para conhecer o G10 Favelas, e a conversa foi com Rejane Santos, fundadora do Emprega Comunidades, que além de ajudar na conexão de pessoas com vagas de empresas, também atua com cursos de capacitação. Ainda no G10 Favelas, MC Trans deu uma passada na ONG Costurando Sonhos Brasil, que ajuda mulheres em situação de vulnerabilidade social. A última parada foi no Club Dz7, com a MC Carol 011. MC Trans e MC Carol conversaram sobre a importância do Baile da DZ7 pra quebrada.

No quadro “Girl Boss” dessa semana, quem colou foi a gigante do hip hop Nicole Balestro, empresária e CEO da Ceia Ent, selo de rap nacional. Nicole falou sobre como chegou no rap, explicou sobre o corre de estar na frente do business e falou um pouco sobre como a maternidade mudou a vida pessoal e profissional dela. No palco com Mila, Nicole brincou de “Eu Nunca”, com situações do dia a dia. 

Essa semana, o papo do “Meu Direito” foi super importante, sobre a pobreza menstrual. A jornalista Rayane Moura conversou com Natália Fiusa, co-líder do Girl Up Brasil, um movimento global que influencia meninas a fazerem a diferença. Natália explicou o que é a pobreza menstrual, que é quando as pessoas não têm dinheiro para lidar com a menstruação, e acabam usando coisas não indicadas para tentar controlar o fluxo menstrual, já que muitas não têm dinheiro para comprar absorvente. A co-líder do Girl Up Brasil ainda explicou sobre como o tabu pode prejudicar a vida das mulheres, e explicou sobre algumas ações da ONG. 

No programa dessa semana também teve o primeiro episódio do reality show que busca uma produtora musical para assumir o beat da nova música do projeto “HERvolution”, que vai ser cantada pela Mila. As juradas Apuke, Dani Russo e DJ Miriá decidiram as finalistas e tiveram um primeiro contato com as cinco participantes: DJ Brum, DJ Brazook, Luiza Nis, Skye e Sistah Mari. Nós apresentamos as meninas nessa matéria aqui, dá uma lida.

Encerrando o programa, as gêmeas do rap, Tasha e Tracie, cantaram a música “Salve“, no quadro “Estúdio HER”. 

Tags relacionadas:

HERvolution