/ Matérias

Gree Cassua veio da Angola para estudar no Brasil e acabou revelando grandes nomes do funk

- Por Wenderson França

Gree Cassua veio da Angola para estudar no Brasil e acabou revelando grandes nomes do funk

Já imaginou sair da sua zona de conforto para tentar a vida de empresário musical em outro país? Pois bem, foi exatamente isso que Manuel José Nicolau, o mano Gree, dono da produtora Gree Cassua, fez ao sair de sua cidade natal na Angola, continente africano, para estudar em terras brasileiras e decidir ficar para tentar a vida no universo do funk como empresário. Fica a questão: será que valeu a pena? Gree ajudou a colocar na rua nomes como: MC Lipi, MC Paulin da Capital, MC Kekel, MC Neguinho do ITR, DJ GM e DJ Matt-D. Quer saber mais dessa caminhada? Cola com o Portal KondZilla e pega a visão!

José Nicolau, ou Gree como é conhecido atualmente, chegou no Brasil em 1999 e veio para a América do Sul incentivado pelos pais, mas por outros objetivos: “Os meus pais me mandaram vir para o Brasil fazer faculdade de ciências contábeis. Até aí, tudo bem. A questão foi que depois que terminei de estudar, não quis mais voltar para Angola porque enxerguei oportunidade na música aqui no Brasil”, recordou Gree. 

Disposto a construir história no universo do funk, o empresário Gree tornou-se sócio de seu mentor por alguns meses, antes de fundar sua própria empresa: “Em meados de 2013, conheci o Emerson da antiga KL Produtora, foi ele quem me mostrou como funcionam algumas coisas no mundo do funk. Inclusive, ele me vendeu 40% da KL Produtora, porém depois de 8 meses conversamos e colocamos um fim na parceria para que eu pudesse fundar a Gree Cassua”.

Nos mais de oito anos, segundo Gree, ele ajudou trabalhar a figura de grandes artistas como: MC Kekel, MC Paulin da Capital, MC Lipi, MC Vinny, MC Neguinho do ITR, MC Keron, DJ Matt-d, DJ GM e DJ CK

Olho clínico na busca dos artistas

O empresário ainda passou a visão da onde vem o olhar na hora de buscar novos artistas: “O meu radar é o contato com o público. Sendo assim, eu mesmo selecionei os artistas, essa missão é minha”. Sobre o trabalho até o sucesso, ele passa a visão: “O segredo do sucesso é estar dentro do estúdio. Eu mesmo estou acompanhando o trabalho em conjunto com os artistas 24h por 48. Na Gree Cassua mesmo nada sai nas ruas sem a minha aprovação”.

Entre sonhos e dificuldades

Mesmo assim, nem tudo foi fácil. Para chegar até o Brasil e construir sua própria produtora, Gree passou por diversas dificuldades como a falta de aceitação no mercado: “Todos os escritórios fecharam as portas pra mim para que eu não crescesse. Nesse momento me peguei sozinho, tive que buscar forças, ir estudar sobre músicas e tendências fora do brasil”. 

Distante do quintal de casa, Gree não tinha opção de desistir, logo seguiu e realizou o próprio sonho: “O maior sonho que realizei nessa caminhada até aqui foi conseguir criar a Gree Cassua mesmo diante dos altos e baixos. Me sinto realizado!”.

Tags relacionadas:

Funk