Em um desabafo em forma de música, coletivo feminino de hip hop Fenda chega com o single “Tenta”
Créditos: @andreborges_
- Por Rayane Moura

Em um desabafo em forma de música, coletivo feminino de hip hop Fenda chega com o single “Tenta”

As meninas do Fenda não brincam em serviço, e dessa vez não seria diferente! O coletivo feminimo de hip hop chega com o single “Tenta”, com versos que  abordam desde haters até questões mais complexas, como racismo. Cola no Portal KondZilla e pega a visão. 

A cena musical de BH é recheada de talentos e vozes que mostram que tem sonoridades riquíssimas, que agradam a todos os estilos. Não é atoa que surgiu o grupo Fenda, o coletivo feminino de hip hop que chegou prometendo ressignificar a cultura belo-horizontina.

A Fenda é resultado de uma criação da Macacolab, da produtora de entretenimento A Macaco. Formado por Paige, DJ Kingdom, Laura Sette, Iza Sabino e Mayí, as meninas estão com mais um lançamento de peso na pista: o single “Tenta”

O som tem versos que  abordam desde haters até questões mais complexas, como racismo. “É a escolha da sobrevivência e resistência. A Fenda tem um papel muito importante em questionar o que aflige o nosso povo. Vivemos em um momento político e social supercrítico à nossa existência (na verdade, sempre vivemos em estado crítico)… É uma missão de vida utilizar da arte para canalizar o que queremos dizer musicalmente e visualmente”, define DJ Kingdom, integrante do conjunto. 

A música é um lançamento do selo de Minas Gerais MacacoLab – braço da produtora A Macaco, que produz o megafestival Sarará – e chega acompanhada de um videoclipe com direção assinada por Limão Capeta Filmes, que pode ser assistido no canal do grupo mineiro no YouTube. Se liga só em como ficou o resultado final: 

“Tenta” é o primeiro single do próximo EP da Fenda, que será lançado ainda em 2021. “Passamos por muitas coisas e alinhamos as nossas ideias, e o EP tem o propósito de narrar, por meio da arte, essa simbiose musical e pessoal que rola aqui na Fenda”, conta Kingdom sobre a essência coletiva do grupo.

“Soltamos ela como um single para marcar esse “retorno” da Fenda às pistas. A ideia era chegar com os dois pés na porta, gritando o que tava entalado. Queremos nos mobilizar e energizar para o que está por vir daqui pra frente”, completa a DJ sobre a escolha da música para o lançamento. 

Além disso, Kingdom deixou um pequeno spoiler do está chegando da Fenda. “É um momento de destravar tudo o que está por vir, além de almejar muitos shows daqui pra frente… A próxima missão é o EP que está saindo do forno e logo estará nas pistas… O EP traz muita carga de maturidade e percepção dessa nova era da Fenda, muita fé pra esse corre! Esperamos contar com todos que curtem o nosso trampo nessa caminhada tão importante pra nossa Girlgang!”, completa.

Além das produções conjuntas, as integrantes também seguem ativas nas criações-solo. Pela MacacoLab, em julho, Mayí lançou “Reai$”, um feat com o rapper paulista Malcolm VL; em agosto foi a vez dos EPs “Imagina a Gente”, de Paige e “Trono de Vidro”, de Iza Sabino

Antecedendo o novo trabalho, após tais produções solo, em setembro, as artistas voltaram a se reunir em uma participação no programa Experimente, do canal Bis, que recebe nomes emergentes da música brasileira. No episódio, disponível na GloboPlay, o quinteto performou as principais canções da discografia, como “Casa das Prima”, “Girlgang”, “Não Se Ofenda” e “Manda Foto de Agora”.

Tags relacionadas:

Notícias

Musica

Matérias