/ Matérias

DJ Swat fala sobre a expansão do funk mineiro: “tinha dificuldade de ser aceito fora do nosso pico”

- Por Wenderson França

DJ Swat fala sobre a expansão do funk mineiro: “tinha dificuldade de ser aceito fora do nosso pico”

Caso você acompanhe o universo do funk, provavelmente deve ter notado o quanto vem crescendo e se expandindo pelas áreas de BH. Essa expansão não é à toa, afinal grandes hits tem nascido em berço mineiro, logo diversos artistas surgiram na cena. No corre do funk mineiro há 14 anos, Robert Junior Gonçalves da Silva, mais conhecido como DJ Swat, 27 anos, é morador das quebradas Califórnia, Subaco das Cobras em BH e acompanhou essa expansão. Quer saber qual é a visão do DJ e Produtor musical sobre esse momento? Cola com o Portal KondZilla e pega a visão.

Primeiro grande hit de DJ Swat 

Os números não mentem, não é mesmo? Um google no nome DJ Swat, logo conseguimos encontrar produções de sucesso como: “Parado no Bailão” de MC L da Vinte e MC Gury 350 milhões de visualizações no Youtube; “Cupido FDP” de MC Rick e MC Vittin PV 54 mi; “Menina se Prepara” de MC Pepeu 21 mi; “Não Tenho Culpa” de MC CJ e MC Luan BS; “Subasquitão” de MC Vitin LC e muitos outros. É válido ressaltar que a grande maioria das produções de DJ Swat carregam os elementos do mandela de BH.

Expansão do funk mineiro 

“O Mercado em BH está crescendo demais, antes tinha meio que uma dificuldade de ser aceito fora do nosso pico fraga? Nós ficávamos se questionando o porque não expandia, quando chegava em outros estados, as pessoas explicavam que nossa batida é muito embolada, usamos basicamente 15 base, vamos cortando até transformar em uma só e o pessoal não aceitava. Mas na realidade isso vinha mais do pessoal que produzia também, o público aceitava de certa forma”, explicou DJ Swat sobre a aceitação do funk mineiro em outros estados.

O fato é que o momento sem dúvidas é outro, grande parte da massa funkeira abraçou o beat de rua mineiro. Como consequência, o nome de diversas personalidades como: o próprio Dj Swat, DJ Wesley Gonzaga, Tropa do 7 CL, MC Braz, MC Luan da BS, MC Frog, MC Kaio, MC Zaquin, MC Cyclope e diversos outros ficaram conhecidos na cena. Sem citar nomes do tipo: MC L da Vinte e MC Rick, ambos ficaram conhecidos fora de BH antes do momento citado. 

“Só consegui enxergar isso agora, recentemente mesmo, sendo bem sincero no início deste ano pra cá passei a ouvir as pessoas falando que estava tocando algumas músicas de BH em outros estados como São Paulo e Rio de Janeiro “, disse DJ Swat.

“Essa união é importante para o funk”

Quanto à união entre os artistas de BH com outros estados como São Paulo e Rio de Janeiro, DJ Swat deu o papo: “Acho importante demais essa união, não pra mim, mas pro funk. Precisamos disso para expandir o nosso trabalho, das pessoas que estão começando e não ter essa rivalidade entre estados. Essa união é pela ordem demais!”. 

Sonho de ser empresário 

Por fim, DJ Swat revelou o seu sonho no universo do funk, além das produções. O objetivo é de fato conseguir ajudar outros artistas a chegarem no topo: “O meu sonho ainda é conseguir empresária alguns artistas de BH, desde o início da minha carreira tenho essa vontade. Hoje tem alguns artistas que trabalham comigo que estão batendo como MC Pepeu, MC Dudu, mas tem uns que não conseguem chegar muito longe por falta de oportunidade, a minha intenção em empresariar é até mesmo ajudar essa galera a chegar na cena”. 

E aí, você tem acompanhado o funk mineiro? Não tem jeito, é aquele ditado né: foguete não tem ré. DJ Swat ainda deixou uma mensagem para os fãs: “Um abraço pra geral que me acompanha, estamos aí cheio de vontade de crescer, segue acompanhando que o corre não vai parar não”, concluiu. 

Acompanhe DJ Swat no Instagram 

Tags relacionadas:

Produtor / DJ

Funk de MG

Bastidores

Notícias

Musica

Comportamento

Histórias que inspiram

Matérias

Entrevista

Exclusivo