DJ Márcio do Manguinhos de 13 anos é sucesso nas redes e no funk

Autor: GG Albuquerque

Fotos por: Reprodução // Redes Sociais

Histórias que inspiram | 06/01/2020 13:42:02

Anexo faltante

Estourar no funk e se tornar um ídolo na comunidade é o sonho de muitos jovens nas quebradas de todo Brasil. Esse também é um desejo de muitas crianças. Tem muito menor que se espelha nas estrelas do funk e quer chegar no mesmo lugar que eles. O DJ Márcio do Manguinhos é um desses pequenos sonhadores.

Márcio tem 13 anos é cria do morro do Manguinhos, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Ele decidiu entrar no funk por conta do DJ Rennan da Penha. “Eu ficava vendo vídeo dele no Baile da Gaiola e me inspirei nele. Achava tudo muito maneiro. Foi daí que eu quis ser DJ e virei DJ”, conta.

Márcio é órfão de pai, que faleceu quando o menino ainda era bebê. Foi criado pela mãe e pelos avós maternos. Ele conta que a família apoia o seu sonho no funk. “Foi o meu avô que deu a minha controladora [mesa de DJ]. Antigamente eu chorava para ter isso e aí quando ele teve a condição comprou pra mim”, lembra.

O presente mudou a vida do garoto. Márcio começou a fazer vídeos tocando funk em casa, com seu irmão menor fantasiado de super herói dançando na cama. Às vezes o avô até aparece dando uma cochilada enquanto os pequenos ficam zoando com o batidão. Os vídeos do DJ foram bombando no Twitter e no Instagram, com milhares de visualizações.

Mas a coisa está ficando séria. Além dos vídeos engraçados, Márcio passou a tocar em várias festas e está gravando podcasts no YouTube. De acordo com o seu produtor, ele faz uma média de seis shows por fim de semana no estado do Rio. Em novembro de 2019, até participou de uma resenha do Roda de Funk e no fim do ano passado participou da gravação de clipe do MC Brinquedo.

Além disso, ele também começou a produzir suas próprias músicas e até se lançou como MC. Sob o nome artístico Márcio Fantasia, ele soltou a música “Vai Tum Tum”, que está próximo dos 30 mil views no YouTube. “Tudo que faz pra gente subir mais na vida, vamo fazendo, né? Então eu tô cantando também”, comenta.

A história do pequeno DJ Márcio é uma prova de como o funk inspira sonhos e a transformação de vidas. Para ele, o funk é especial porque é o seu momento de brilhar. Para ele e para o público. “Eu acho muito maneiro quando eu tô tocando e as pessoas tudo se alegrando, dançando, curtindo. É um momento muito feliz pra mim”.

Diga o DJ Márcio nas redes sociais: Twitter e Instagram

O quê você
procura?