Criminalização do funk será debatida na Câmara dos Deputados

Autor: Gabriela Ferreira

Fotos por: Jeferson Delgado

Notícias | 23/04/2019 15:41:39

Anexo faltante

Nesta quinta-feira (25), a Câmara dos Deputados, em Brasília, vai receber um debate sobre a criminalização do funk, focando no pedido da prisão do DJ Rennan da Penha. A audiência começa às 9h30, no Plenário 10.

A reunião do Comissão de Cultura vai contar com a presença do MC Leonardo, da produtora Cristiane Pereira André de Jesus, o produtor cultural Bruno Ramos, o representante do Morro do Alemão Raull Santiago e a professora da UFRJ Adriana Facina Gurgel do Amaral. Essa audiência foi um pedido das deputadas Áurea Carolina (MG) e Talíria Petrone (RJ).

No texto, elas citam, principalmente, o caso do DJ Rennan da Penha, que teve sua prisão pedida por suposto envolvimento com o tráfico de drogas e por conta do conteúdo de suas músicas.

O idealizador do Baile da Gaiola, um dos maiores bailes do Brasil, não é o único que já passou por isso. Como explicamos na matéria “Criminalizar o funk não é a solução, é o problema“, alguns MCs como Ticão, Smith e o falecido Sapão, já foram perseguidos por conta do conteúdo das suas músicas.

A pauta da criminalização do funk começou a ser levantada em 2017, um projeto foi criado para isso, mas um senador derrubou a proposta.

Esperamos que a audiência traga luz ao debate e que ajude todos a entender a importância cultural e social do funk, que ele é um instrumento ativo na busca de uma vida melhor e que traz esperança pra muitas pessoas da periferia.

Funk não é crime, funk é cultura.

Leia mais
Criminalizar o funk não é a solução, é o problema
Entenda o Caso do DJ Rennan da Penha
Leia na íntegra a carta da defesa do DJ Rennan da Penha

ASSINE A NEWSLETTER

NÃO PERCA NENHUMA NOVIDADE DO NOVO PORTAL KONDZILLA!

O quê você
procura?