Confira tudo o que rolou no Portal KondZilla em 2018

Autor: Redação

Funk | 20/12/2018 15:20:51

Anexo faltante

2018 foi um ano que talvez tenha sido corrido dependendo do seu ponto de vista, hoje o Portal KondZilla vai fazer uma espécie de máquina do tempo não tão distante assim, iremos relembrar para vocês nossos conteúdos que merecem aquela atenção especial no final de ano, chega mais.

#1º Trimestre de 2018 (Janeiro, Fevereiro e Março)
O ano começou com muita novidade. Loma e as Gemeas Lacração já causaram burburinho no nordeste. Mas pra ser nacional, só saindo na KondZilla. E foi o que aconteceu, quando em fevereiro a música do verão ganhou uma versão repaginada do videoclipe, lógico que falamos com elas. Aliás, você pode conhecer toda a história do bregafunk com o papo que tivemos com Dadá Boladão. A virada do ano trouxe algumas novidades, um tal de Reggaeton com Funk e a Cypher . Teve também o álbum mais aclamado do 1º trimestre, 18k do capixaba WC no Beat.

Confira mais matérias que foram destaque no trimestre:
Caixinhas de som via bluetooth são a onda do momento
Reggaeton e funk, uma mistura caliente
MC Fioti vai pra gringa gravar videoclipe e fazer turnê
O MC Don Juan é um romântico moderno
Dadá Boladão apresenta o bregafunk de Recife
Explicando em detalhes: o que é Cypher
É rap ou é funk? É WC no Beat com o álbum 18K
Segunda edição do WME da luz ao papel da mulher no mercado musical
O protagonismo feminino por Eliane Dias

#2º Trimestre de 2018 (Abril, Maio e Junho)
No segundo trimestre, voltamos a encontrar a MC Rita pelas gravações do dia a dia, no dia era gravação da música “Amor de Verdade” e também trocamos ideia com uma das revelações do funk consciente, o MC Menor MR é o cara que representa o som de maloka nas quebradas. Nesse período, também mostramos a parceria internacional do Kevinho com 2Chainz, French Montana e Nacho e mostramos os “bastidores” do livro “Raul”. E fechamos esse trimestre falando sobre o grito de reconhecimento que os MCs da baixada estavam pedindo e com um quiz sobre a série “La Casa de Papel” com o MC MM e o DJ RD.

Confira mais matérias que foram destaque no trimestre:
Pioneiro na arte da MPC, DJ Tecyo Queiroz é relíquia do funk de SP
Kevinho grava música com 2Chainz, French Montana e Nacho
Documentário relembra a história do MC Zóio de Gato
“Raul”, um livro-reportagem em quadrinhos
O verdadeiro registro das festas de periferias
Mais próximo do eletrônico, surge o movimento funk-rave
Os paredões de som invadiram São Paulo
Quiz “Só Quer Vrau” com MC MM e DJ RD
Ser LGBT+ é uma questão de orgulho também
Dicas para quem sonha em ser MC
Dia dos Namorados com a KondZilla
Movimento trap-funk une os sons das periferias

#3º Trimestre de 2018 (Julho, Agosto e Setembro)
Terceiro trimestre teve um destaque a parte, Setembro Amarelo. A campanha reforça às pessoas o tratamento da saúde mental – que muitas vezes é deixada de lado. Fizemos uma apuração com artistas sobre saúde mental e também um depoimento de uma pessoa que sofre. Tivemos também um apanhado geral sobre o movimento do 150BPM, com uma conversa foda com MC Kevin o Chris. Não só o Rio que teve destaque, Goiás entrou no mapa do funk também. Além disso, a periferia ganhou um retrato melhor com o ensaio A Beleza Negra. Ajuliacosta mostrou a perseverança da nova geração que se reinventa todos os dias. Já conhece o novo passinho do momento? É o Tapa no vento – lógico, que usando uma lupa daquelas.

O fluxo também esteve presente por aqui, com a cobertura da NitroPoint, uma apuração sobre os guarda-chuvas no fluxo, um fluxo LGBT e não podíamos deixar de fora 7 de julho, o dia de funk em SP por conta da morte do MC Daleste.

Confira mais matérias que foram destaque no trimestre:
MC Kevin o Chris, o brabo do 150 BPM
A beleza negra além dos padrões
Ajuliacosta representa a força de vontade das periferias
“Bum Bum Tam Tam” alcança 1 bilhão de visualizações
Fluxo 062: representantes do funk em Goiânia
Tapa no vento é o passinho do momento
A saúde mental dos artistas de periferia
A nova geração de rap carioca
Nitro Point, o baile dos bailes
Os super-heróis do rap
Guarda-chuvas lotam os bailes
Veja como eram feitos os hits do passado com o Dennis DJ
Morar sozinho não é fácil, mas tem seu valor
Nego do Borel aparece no 150BPM, febre do funk carioca

#4º TRIMESTRE DE 2018 (Outubro, Novembro e Dezembro)
No último trimestre de 2018, falamos com o MC de Minas Gerais que tá bombando em todos os paredões do Brasil, MC L da Vinte (não se assuste, a referência vem do pintor mesmo) trocou uma ideia com o Portal KondZilla a respeito da fase que está vivendo, o hit “Parado no Baile“. Também mostramos o “150BPM: O Ritmo Louco“, documentário do Lucas Rodrigues e mostramos a história de jovens do Rio misturaram funk com música clássica. Pra fechar o ano com chave de ouro, teve também uma matéria que mostrou como é o mundo das universidades pra quem é de quebrada e apresentou a história do ator Douglas Silva.

#Confira mais matérias que foram destaque no trimestre:
Mano Brown e Sabotage, juntos, em nova música
De Dadinho a Acerola, Douglas Silva representa o cinema nacional
Slam das Minas é feito pelas e para as minas
O mundo da universidade por quem é de quebrada
Saiba como se vestir bem sem gastar muito
“Coraçãozinho” diz muito sobre Síndrome de Down
Com Pepita, Baile da Gaiola ganha edição LGBT+
MC Charada se destaca no funk romântico
Video games clássicos estão de volta
Mr. Bim, o carioca mais amado nas periferias de SP
Grafiteiro homenageia ícones do funk em mural
Eu fui pro Baile da Gaiola, por Melissa Santana

E ai, acompanhou todas as nossas matérias? Ano que vem tem mais!

O quê você
procura?